VIRTUOSI PROMOVE RECITAL DE CANTO COM VOZES FEMININAS

Gabriella Pace 1

Um dos destaques do VIII VIRTUOSI DE GRAVATÁ é a Semana Internacional de Coral em convênio com instituições musicais suíças trazendo coralistas do país, além de sopranos, tenores, barítonos e regentes. Nesta quarta-feira (20), as cantoras soprano brasileiras Gabriella Pace e Adriana Clis se apresentam na programação do festival acompanhadas da pianista búlgara Nadia Belneeva.

O recital de canto acontece na Igreja Matriz de Sant’Ana a partir das 20h apresentando obras de Schumann, Mahler, Schubert e Edmundo Villani-Côrtes. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o VIII Virtuosi de Gravatá segue até o dia 24 de julho com entrada gratuita.

Uma das características do Virtuosi é a preocupação em mostrar talentos da música de concerto que possuem grande precisão na execução até de obras consideradas difíceis. As atrações convidadas já conquistaram prêmios internacionais em diferentes categorias e instituições, garantindo um prestígio ainda maior ao evento. Com isso, a expectativa é de sessões lotadas, com a presença até de público de outras cidades além das que sediam o festival.

Nadia Belneeva nasceu em Sofia na Bulgária, estudando piano na Academia Nacional de Música. Em 1993, ela ganhou uma bolsa, permitindo-lhe continuar a estudar na Hochschule für Musik e Teatro em Hamburgo. De 2003 a 2007, trabalhou na Ópera de Hamburgo e atualmente é integrante de vários grupos de música de câmara e já participou de festivais e concertos internacionais como o Lucerne Festival, Schleswig-Holstein Musik Festival e Tokyo Music Festival.

A soprano Gabriella Pace iniciou seus estudos musicais com o pai, o tenor e violista Héctor Pace. Como bolsista da Vitae, estudou com Leilah Farah e Pier Miranda Ferraro, na Itália. Participou da primeira montagem brasileira do Anel do Nibelungo de Wagner. Gravou o Requiem Hebraico e a Nona Sinfonia de Beethoven com a OSESP. Em 2008 apresentou-se em Bogotá e recebeu o Prémio Carlos Gomes 2010 como Melhor Cantora Solista.

Já aos 10 anos, Adriana Clis participava como solista da ópera Artemis, de Nepomuceno, apresentada, sob a regência do maestro Isaac Karabtchevsky. A convite do maestro Samuel Kerr, participou do Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo e em julho de 1998, participou de curso no Conservatório Tchaikovsky, em Moscou, com Klara Kadinskaia, preparadora vocal de ópera do Teatro Bolshoy. Adriana Clis venceu o Concurso Jovens Solistas Eleazar de Carvalho em 2002 e o Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão.


VIII FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ
16 A 24 DE JULHO DE 2016
IGREJA MATRIZ DE SANT’ANA

QUARTA 20|07
20h RECITAL DE CANTO II

ROBERT SCHUMANN [1810-1856]
Wenn ich ein Vögelein wär (poeta desconhecido)
Bedeckt mich mit Blumen (Emanuel Geibel)
Schön Blümelein (Robert Reinick)
Liebesgram (traduzido do espanhol por Emanuel Geibel)

GUSTAV MAHLER [1860-1911]
Ich bin der Welt abhanden gekommen (Rückert)
Das irdische Leben (Des Knaben Wunderhorn)

FRANZ SCHUBERT [1797-1828]
Ganymed (Goethe)
Gretchen am Spinnrade (Goethe)

ERNEST CHAUSSON [1855-1899]
La Nuit (Th. De Banville)
Réveil (H. de Balzac)

FRANCIS POULENC [1899-1963]
C (Louis aragon)
Les Chemins de l’amour (Jean Anouilh)
C’est ainsi que tu es (Louise de Vilmorin)
Voyage à Paris (Apollinaire)

EDMUNDO VILLANI-CÔRTES [1930]
Canção de Carolina (Júlio Bellodi)
Casulo (Júlio Bellodi)

WALDEMAR HENRIQUE [1905-1995]
Uirapuru (Canção Amazônica)
Maracatu: Hei de Seguir teus passos (Canção Amazônica)

GABRIELLA PACE, soprano
ADRIANA CLIS, mezzo-soprano
NADIA BELNEEVA, piano

Mais informações: www.virtuosi.com.br

GALERIA DE FOTOS – VIII VIRTUOSI DE GRAVATÁ (Dia 2)


Fotos: Vanessa Bastos

RAFAEL ALTINO E ILYA RAMLAV REALIZAM RECITAM EM HOMENAGEM A BRAHMS E RACHMANINOFF EM GRAVATÁ

Rafael Altino 2

Em continuação à programação de recitais e concertos que teve início no sábado (16), o VIII VIRTUOSI DE GRAVATÁ prossegue nesta terça-feira (19) com uma apresentação especial do violista brasileiro Rafael Altino e do pianista russo Ilya Ramlav. O dueto realiza um repertório com obras de Brahms e Rachmaninoff às 20h na Igreja Matriz de Sant’Ana.

Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o VIII Virtuosi de Gravatá acontece até o dia 24 de julho com entrada gratuita. O VIII Virtuosi de Gravatá tem apoio da Empetur, Secretaria de Turismo, Governo do Estado de Pernambuco, Prefeitura de Gravatá, Hotel Villa Hípica, Cepe, Regionale Musikschule, Kanton Basel-Stadt, Avina Stiftung.

Músicos – Ilya Ramlav estudou no Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Foi vencedor de várias competições internacionais, como Isidor Bajic (Serbia), Saratov, “Flame” e Jean Françaix (Paris) e tem se apresentado como solista das orquestras de St. Petersburgo, Saratov, Volgograd e Yaroslavl. Em 2011 foi agraciado com o prêmio Richter, concedido pela Fundação Rostropovich.

Violista principal da Sinfônica de Odense na Dinamarca, Rafael Altino começou seus estudos musicais com seu pai Rafael Garcia aos nove anos. Aos 17, mudou-se para os Estados Unidos onde recebeu os diplomas de Bacharel pelo NEC, Boston e Mestre pela Juilliard School. No ano passado lançou seu primeiro disco solo “Viola a Rafael”, resultado de um projeto que tem como objetivo projetar a cena contemporânea nordestina, escrita especialmente para este registro sonoro.

VIII FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ
16 A 24 DE JULHO DE 2016
IGREJA MATRIZ DE SANT’ANA

TERÇA 19|07
20h BRAHMS & RACHMANINOFF

RAFAEL ALTINO, viola
ILYA RAMLAV, piano

JOHANNES BRAHMS [1833-1897]
Sonata nº2 em fá maior Op.99 (cello e piano)
Allegro vivace – Adagio affettuoso
Allegro passionate – Allegro molto

SERGEI RACHMANINOFF [1873-1943]
Sonata em sol menor, Op.19 (cello e piano)
Lento.Allegro moderato
Allegro scherzando – Andante
Allegro mosso

Mais informações: www.virtuosi.com.br

ILYA RAMLAV APRESENTA RECITAL BARROCO NO VIRTUOSI DE GRAVATÁ

Ilya Ramlav

Nesta segunda-feira (18/07), o pianista russo Ilya Ramlav se apresenta em meio à programação do VIII VIRTUOSI DE GRAVATÁ na Igreja Matriz de Sant’Ana com um recital gratuito. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o Virtuosi vai até o dia 24 de julho com uma série de concertos e recitais com instrumentistas de grande técnica musical.

No recital que ocorre a partir das 20h, Ramlav irá apresentar o programa Barroco & Romantismo com obras de Domenico Scarlatti, Antonio Soler, Schumann e Rachmaninoff. Ilya Ramlav estudou no Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Foi vencedor de várias competições internacionais, como Isidor Bajic (Serbia), Saratov, “Flame” e Jean Françaix (Paris) e tem se apresentado como solista das orquestras de St. Petersburgo, Saratov, Volgograd e Yaroslavl. Em 2011 foi agraciado com o prêmio Richter, concedido pela Fundação Rostropovich.

Uma das características do Virtuosi é a preocupação em mostrar talentos da música de concerto que possuem grande precisão na execução até de obras consideradas difíceis. O VIII Virtuosi de Gravatá tem apoio do Hotel Villa Hípica, Cepe, Regionale Musikschule, Kanton Basel-Stadt e Avina Stiftung.


VIII FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ
16 A 24 DE JULHO DE 2016
IGREJA MATRIZ DE SANT’ANA

SEGUNDA 18|07
20h BARROCO & ROMANTISMO
ILYA RAMLAV, piano

DOMENICO SCARLATTI [1685-1757]
Sonata in D minor K213

ANTONIO SOLER [1729-1783]
Sonata in D major R84

ROBERT SCHUMANN [1810-1856]
Grand Sonata in F-sharp minor op.11
Introduzione. Un poco Adagio – Allegro vivace
Aria
Scherzo e Intermezzo. Allegrissimo
Finale. Allegro un poco maestoso

SERGEI RACHMANINOFF [1873-1943]
Moments Musicaux
2. Allegretto em mi bemol menor
3. Andante cantabile em si menor
4. Presto em mi menor

Mais informações: www.virtuosi.com.br

ENCERRAMENTO DO XVIII VIRTUOSI APRESENTA RECITAIS COM INSTRUMENTISTAS INTERNACIONAIS

Marianna Schrinyann

O XVIII VIRTUOSI se despede do Recife neste domingo (20) à noite com os recitais da pianista armênia Marianna Shirinyan e da violinista britânica Priya Mitchell. O XVIII VIRTUOSI conta com patrocínio do BNDES, CHESF, STN, Excelsior Seguros, incentivo da Prefeitura Municipal do Recife e apoio do Consulado Americano, Consulado da França, FUNJOPE, Museu dos Três Pandeiros, CEPE, Livraria Cultura, UFPB, Dragão do Mar e Dorisol Grand Hotel Recife.

O primeiro recital é da pianista Marianna Shirinyan às 18h e possui entrada gratuita. Como “Steinway Artist” e vencedora de cinco prêmios no ARD International Music Competition em Munique, Marianna Shirinyan desenvolve uma grande carreira internacional. É artista convidada de muitos festivais, entre eles Schleswig-Holstein, Schwetzinger Festspiele e MDR Summer Music Festival, entre outros. É considerada uma das pianistas mais importantes de seu tempo e é solista das orquestras de Oslo, Helsinki, Copenhagen, Tapiola, Göteborg e Norrköping. Desde 2014, Marianna é professora do Norwegian Music Academy em Oslo.

Logo em seguida, às 19h, o VIRTUOSI se despede com o recital da violinista inglesa Priya Mitchell ao lado da pianista Marianna Shirinyan. A violinista Priya Mitchell estudou com Zachar Bron na Alemanha. Foi solista de várias orquestras tais como Filarmônica Russa, BBC Philharmonic, Sinfonia Varsova, Symphony Hall Birmingham, Orquestra Sinfônica da BBC. É diretora do Oxford Chamber Music Festival, Inglaterra. Priya Mitchell toca um violino Ballestieri da década de 1760, generosamente emprestado a ela por uma família europeia.

XVIII VIRTUOSI
TEATRO DE SANTA ISABEL

20 | DOMINGO 18h
MARIANNA SCHRINYAN, piano

20 | DOMINGO 19h
PRIYA MITCHELL, violino
MARIANNA SHIRINYAN, piano

Entrada gratuita
Mais informações: www.virtuosi.com.br

VIRTUOSI REALIZA CONCERTO ESPECIAL NO ALTO JOSÉ DO PINHO

Orquestra Jovem de Pernambuco

Orquestra Jovem de Pernambuco

Um dos grandes destaques na programação do XVIII VIRTUOSI neste ano é o primeiro concerto do evento no Alto José do Pinho no programa “Concerto BNDES – A música clássica sobe o morro” no sábado, 19 de dezembro. A apresentação ocorre em palco armado na Rua Severino Bernardinho Pereira a partir das 19h sendo aberto ao público.

Esta será também a primeira vez que a população do bairro recebe um concerto de música clássica ao vivo. O “Concerto BNDES – A Música Clássica Sobe o Morro” apresenta a Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência do Maestro Rafael Garcia ao lado de vários solistas e artistas nacionais e internacionais. No programa está a execução de obras de Carlos Gomes, Mozart, Joseph Haydn, Liszt, Johannes Strauss e John Philip Souza.

A Orquestra Jovem de Pernambuco foi criada em 1986 e reativada em 2005 durante a realização do projeto “A Fábrica de Música” pelo Maestro Rafael Garcia. No mesmo ano de sua volta, a OJOPE realizou mais de 40 concertos através do SESC-PE, do FUNCULTURA e do Sistema de Incentivo da Prefeitura Municipal de Recife. A orquestra já participou de eventos como o VIRTUOSI BRASIL e o Festival de Inverno de Garanhuns. Já realizou concertos através do programa Petrobras cultural levando a música clássica a diversas cidades da Região Metropolitana do Recife.

Em sua décima oitava edição, o VIRTUOSI sai dos teatros pela primeira vez para ir a uma das comunidades mais conhecidas da Zona Norte do Recife: o Alto José do Pinho. Formada em 1940 por trabalhadores da antiga Fábrica da Macaxeira, o Alto José do Pinho é um centro de cultura popular com maracatus, reisados, blocos carnavalescos, artes cênicas e outras expressões populares.

O VIRTUOSI 2015 conta com patrocínio do BNDES, CHESF, STN, Excelsior Seguros, incentivo da Prefeitura Municipal do Recife e apoio do Consulado Americano, Consulado da França, FUNJOPE, Museu dos Três Pandeiros, CEPE, Livraria Cultura, UFPB, Dragão do Mar e Dorisol Grand Hotel Recife.

XVIII VIRTUOSI
19 | SÁBADO – 19h
ALTO JOSÉ DO PINHO

“A Música Clássica sobe o morro”
GRANDE CONCERTO BNDES

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
RAFAEL GARCIA, regente

Aberto ao público
Mais informações: www.virtuosi.com.br

VIRTUOSI ABRE SÉRIE VICENTE FITTIPALDI NO TEATRO DE SANTA ISABEL

Quatuor Caliente

Quatuor Caliente

A partir desta quinta (17) até o domingo (20), o VIRTUOSI passa a realizar os concertos de sua décima oitava edição no Teatro de Santa Isabel, no Recife, com entrada gratuita ao público. A Série Vicente Fittipaldi abriga as principais apresentações do festival sempre às 20h, da quinta ao sábado, e em uma sessão dupla no domingo às 18h e 19h.

Quem abre a programação no teatro é o grupo norte-americano The Harlem Quartet, originalmente formado pelos vencedores do Sphinx Competition para instrumentistas de cordas negros e latinos. O quarteto, que se apresenta nesta quinta (17), venceu o Grammy em 2013 com o CD “Mozart goes dancing” e vem ao Recife pela primeira vez. Elogiado por “trazer uma nova atitude para a música clássica”, desde a sua estreia pública em 2006 no Carnegie Hall, o conjunto já se apresentou em vários países e ainda fez uma performance para o presidente Barack Obama na Casa Branca.

Na sexta-feira (18) às 20h, a Orquestra Virtuosi se apresentará sob a regência do Maestro Rafael Garcia tendo como solistas o violinista Benjamin Sung, o violista Rafael Altino, o violoncelista Leonardo Altino, e Catalin Rotaru. Será apresentada na ocasião pela primeira vez no Brasil a obra “Armoriatika” para viola, cello e cordas. A obra foi encomendada pelo festival Virtuosi e é de autoria do compositor paraibano Eli-Eri Moura em homenagem aos 45 anos da música armorial. O título faz referência ao Movimento Armorial, que nos anos de 1970 levou para as salas de concerto os instrumentos típicos e a música tradicional dos estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Além deste concerto, a orquestra vai executar obras de Astor Piazzola, Joseph Haydn e Frank Proto.

O grupo francês Quatuor Caliente celebra seus 15 anos de atividade no sábado (19) com o programa “Conexão Buenos Aires”. A história do grupo começou no ano 2000 quando quatro jovens músicos apaixonados pelo Novo Tango se reuniram. Rapidamente, o grupo começou a se apresentar na França e no exterior. Vencedor do Piazzolla Music Award em Milão, o grupo já tem três CDs, gravados para o selo Aeon / Harmonia Mundi. O programa “Conexão Buenos Aires” inclui obras de Piazzolla, Gismonti, Villa-Lobos , Saluzzi, Plaza e Scarpino. O Quatuor Caliente vem ao Recife com o apoio do Consulado Geral da França.

O festival se despede do Recife no domingo (20) às 18h com o recital da pianista armênia Marianna Shirinyan. Como “Steinway Artist” e vencedora de cinco prêmios no ARD International Music Competition em Munique, Marianna desenvolve uma grande carreira internacional. É artista convidada de muitos festivais, entre eles Schleswig-Holstein, Schwetzinger Festspiele e MDR Summer Music Festival, entre outros. É considerada uma das pianistas mais importantes de seu tempo e é solista das orquestras de Oslo, Helsinki, Copenhagen, Tapiola, Göteborg e Norrköping. Desde 2014 Marianna é professora do Norwegian Music Academy em Oslo.

Logo em seguida, às 19h, o VIRTUOSI se despede com o recital da violinista inglesa Priya Mitchell ao lado da pianista Marianna Shirinyan. A violinista Priya Mitchell estudou com Zachar Bron na Alemanha. Foi solista de várias orquestras tais como Filarmônica Russa, BBC Philharmonic, Sinfonia Varsova, Symphony Hall Birmingham, Orquestra Sinfônica da BBC. É diretora do Oxford Chamber Music Festival, Inglaterra. Priya Mitchell toca um violino Ballestieri da década de 1760, generosamente emprestado a ela por uma família europeia.

O XVIII VIRTUOSI conta com patrocínio do BNDES, CHESF, STN, Excelsior Seguros, incentivo da Prefeitura Municipal do Recife e apoio do Consulado Americano, Consulado da França, FUNJOPE, Museu dos Três Pandeiros, CEPE, Livraria Cultura, UFPB, Dragão do Mar e Dorisol Grand Hotel Recife.

XVIII VIRTUOSI

TEATRO DE SANTA ISABEL
17 | QUINTA 20h
THE HARLEM QUARTET

18 | SEXTA 20h
ORQUESTRA VIRTUOSI
RAFAEL GARCIA, regente
Solistas: BENJAMIN SUNG, violino; LEONARDO ALTINO, cello e VICTOR ASUNCION, piano

19 | SÁBADO 20h
QUATUOR CALIENTE – “CONEXÃO BUENOS AIRES”

20 | DOMINGO 18h
MARIANNA SCHRINYAN, piano

20 | DOMINGO 19h
PRIYA MITCHELL, violino
MARIANNA SHIRINYAN, piano

Entrada gratuita
Mais informações: www.virtuosi.com.br

GALERIA: XVIII Virtuosi – 1º Dia


Fotos: Flora Pimentel

XVIII VIRTUOSI COMEÇA NESTE DOMINGO EM OLINDA

Harlem Quartet

Harlem Quartet

Com uma programação que se divide entre Buenos Aires, Montevidéu, Olinda, Recife, João Pessoa, Campina Grande e Fortaleza, o XVIII VIRTUOSI tem início neste domingo (13) e segue até o dia 20 de dezembro. O VIRTUOSI 2015 conta com patrocínio do BNDES, CHESF, STN, Excelsior Seguros, incentivo da Prefeitura Municipal do Recife e apoio do Consulado Americano, Consulado da França, FUNJOPE, Museu dos Três Pandeiros, CEPE, Livraria Cultura, UFPB, Dragão do Mar e Dorisol Grand Hotel Recife.

Pelo sexto ano consecutivo, o VIRTUOSI acontece em diferentes localidades além do Recife, indo neste ano a Buenos Aires, Montevidéu, Olinda, João Pessoa, Campina Grande e Fortaleza. A abertura do VIRTUOSI acontece simultaneamente em Olinda e Buenos Aires com programas especiais.

Olinda – Às 18h, o Convento de São Francisco em Olinda recebe o grupo norte-americano The Harlem Quartet com um concerto gratuito apresentando obras de Beethoven, Mendelssohn, Turina, Tom Jobim, Dizzy Gillespie e Chick Corea. Elogiado por trazer uma nova atitude para a música clássica, o conjunto já se apresentou em todo os Estados Unidos, incluindo uma performance para o presidente Barack Obama na Casa Branca.

Formado pelos vencedores do Sphinx Competition para instrumentistas de cordas negros e latinos, The Harlem Quartet venceu o Grammy em 2013 com o CD “Mozart goes Dancing”. O grupo vem a Pernambuco pela primeira vez com apoio do Consulado Americano no Recife.

Argentina – No mesmo domingo, na Usina del Arte em Buenos Aires, a Orquestra Virtuosi sob a regência de Rafael Garcia se apresenta na Argentina pela primeira vez. A Orquestra, que é composta por instrumentistas brasileiros e estrangeiros, traz um programa com peças de Dvorak, Haydn, Proto, Ernani Aguiar e a primeira audição da obra Armoriatika de Eli-Eri Moura.

A obra do compositor paraibano reflete um caleidoscópio musical envolvendo recorrentes paisagens sonoras baseadas em materiais do cancioneiro brasileiro e da região nordestina em particular. Serão solistas na apresentação da Orquestra em Buenos Aires o violinista Yehezkel Yerushalmi, o flautista Horacio Massone, o violista Rafael Altino, o violoncelista Leonardo Altino e o contrabaixista Catalin Rotaru.

GALERIA: IX Virtuosi Século XXI – 2º Dia


Fotos: Flora Pimentel