Gabriella Pace 1

Um dos destaques do VIII VIRTUOSI DE GRAVATÁ é a Semana Internacional de Coral em convênio com instituições musicais suíças trazendo coralistas do país, além de sopranos, tenores, barítonos e regentes. Nesta quarta-feira (20), as cantoras soprano brasileiras Gabriella Pace e Adriana Clis se apresentam na programação do festival acompanhadas da pianista búlgara Nadia Belneeva.

O recital de canto acontece na Igreja Matriz de Sant’Ana a partir das 20h apresentando obras de Schumann, Mahler, Schubert e Edmundo Villani-Côrtes. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o VIII Virtuosi de Gravatá segue até o dia 24 de julho com entrada gratuita.

Uma das características do Virtuosi é a preocupação em mostrar talentos da música de concerto que possuem grande precisão na execução até de obras consideradas difíceis. As atrações convidadas já conquistaram prêmios internacionais em diferentes categorias e instituições, garantindo um prestígio ainda maior ao evento. Com isso, a expectativa é de sessões lotadas, com a presença até de público de outras cidades além das que sediam o festival.

Nadia Belneeva nasceu em Sofia na Bulgária, estudando piano na Academia Nacional de Música. Em 1993, ela ganhou uma bolsa, permitindo-lhe continuar a estudar na Hochschule für Musik e Teatro em Hamburgo. De 2003 a 2007, trabalhou na Ópera de Hamburgo e atualmente é integrante de vários grupos de música de câmara e já participou de festivais e concertos internacionais como o Lucerne Festival, Schleswig-Holstein Musik Festival e Tokyo Music Festival.

A soprano Gabriella Pace iniciou seus estudos musicais com o pai, o tenor e violista Héctor Pace. Como bolsista da Vitae, estudou com Leilah Farah e Pier Miranda Ferraro, na Itália. Participou da primeira montagem brasileira do Anel do Nibelungo de Wagner. Gravou o Requiem Hebraico e a Nona Sinfonia de Beethoven com a OSESP. Em 2008 apresentou-se em Bogotá e recebeu o Prémio Carlos Gomes 2010 como Melhor Cantora Solista.

Já aos 10 anos, Adriana Clis participava como solista da ópera Artemis, de Nepomuceno, apresentada, sob a regência do maestro Isaac Karabtchevsky. A convite do maestro Samuel Kerr, participou do Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo e em julho de 1998, participou de curso no Conservatório Tchaikovsky, em Moscou, com Klara Kadinskaia, preparadora vocal de ópera do Teatro Bolshoy. Adriana Clis venceu o Concurso Jovens Solistas Eleazar de Carvalho em 2002 e o Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão.


VIII FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ
16 A 24 DE JULHO DE 2016
IGREJA MATRIZ DE SANT’ANA

QUARTA 20|07
20h RECITAL DE CANTO II

ROBERT SCHUMANN [1810-1856]
Wenn ich ein Vögelein wär (poeta desconhecido)
Bedeckt mich mit Blumen (Emanuel Geibel)
Schön Blümelein (Robert Reinick)
Liebesgram (traduzido do espanhol por Emanuel Geibel)

GUSTAV MAHLER [1860-1911]
Ich bin der Welt abhanden gekommen (Rückert)
Das irdische Leben (Des Knaben Wunderhorn)

FRANZ SCHUBERT [1797-1828]
Ganymed (Goethe)
Gretchen am Spinnrade (Goethe)

ERNEST CHAUSSON [1855-1899]
La Nuit (Th. De Banville)
Réveil (H. de Balzac)

FRANCIS POULENC [1899-1963]
C (Louis aragon)
Les Chemins de l’amour (Jean Anouilh)
C’est ainsi que tu es (Louise de Vilmorin)
Voyage à Paris (Apollinaire)

EDMUNDO VILLANI-CÔRTES [1930]
Canção de Carolina (Júlio Bellodi)
Casulo (Júlio Bellodi)

WALDEMAR HENRIQUE [1905-1995]
Uirapuru (Canção Amazônica)
Maracatu: Hei de Seguir teus passos (Canção Amazônica)

GABRIELLA PACE, soprano
ADRIANA CLIS, mezzo-soprano
NADIA BELNEEVA, piano

Mais informações: www.virtuosi.com.br