Virtuosi confirma potencial para agradar a bom público

Publicado em 20.12.2010 no Jornal do Commercio, Caderno C

O XIII Virtuosi Festival Internacional de Música foi encerrado ontem, no Teatro de Santa Isabel, com o jovem pianista austríaco Matheus Soucek prestando uma homenagem a Schubert com arranjos, temas e motivos do compositor, complementando o programa da noite com a Sonata em dó maior p.53 Waldstein, de Beethoven, Prelúdios, de Rachmaninov, e a Sonata n° 3 em fá menor, de Scriabin.
No dia anterior, a programação foi mais intensa e corrida. Às 17h, no Santander Cultural, The Penderecki String Quartet interpretou Ravel, Mozetich, Bartók e Penderecki, fundador do grupo. Às 18h, a soprano Gabriella Pace e o pianista Victor Asunción apresentaram um recital, no salão nobre do Santa Isabel, interpretando Schumann, Schubert, Poulenc e Villa-Lobos.

A partir das 20h, o maestro Rafael Garcia regeu a Orquestra Virtuosi. A programação foi variada e contou com vários solistas convidados, a exemplo do violonista Benjamin Sung (que costuma dispensar partituras para solar), da Orquestra Sinfônica Fargo-Moorhead, dos EUA, o celista Joseph Johnson, da Orquestra Sinfônica de Toronto, Canadá. Este último foi solista em peças de Elgar e Haydn e precisou voltar ao palco, pois a plateia não parava de aplaudir sua interpretação. Outros solistas foram o violinista israelense Yehezkel Yerushalm e o celista brasileiro Rafael Altino. A peça mais aplaudida da noite foi a difícil Concerto para piano, trompete e orquestra Op.35 de Shostakovich, que teve no piano o russo Peter Lau e no trompete o brasileiro Naílson Simões.

O maestro Rafael Garcia, não quebrou a tradição de fazer sua catilinária contra o aperto no orçamento do Virtuosi: “Este foi o pior de todos os anos. Somente, um mês atrás foi que um ministro amigo nosso conseguiu o patrocínio que viabilizou o festival”, comentou Garcia, antes de anunciar a última peça da noite.



Esse texto foi publicado segunda-feira, dezembro 20th, 2010 às 3:32 AM na seção Clipping. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

Comente!

Seu comentário