VIRTUOSI BRASIL CHEGA A SUA NONA EDIÇAO

constança almeida prado

O Ministério da Cultura e BNDES apresentam o IX VIRTUOSI BRASIL. O festival que chega a sua nona edição vem investindo na divulgação do trabalho de intérpretes e compositores da música nacional de concerto. O evento presta homenagem aos pianistas Almeida Prado e Ernesto Nazareth, que neste ano completariam respectivamente 70 e 150 anos. A nona edição do evento acontece entre os dias 14 e 16 de junho no Teatro de Santa Isabel, no Recife.

Os destaques do festival neste ano são o grupo Cantilena Ensemble, os violinistas Constança de Almeida Prado, filha do compositor homenageado, e Clóvis Pereira Flho, as pianistas Ingrid Barancoski, Ana Lucia Altino e Maria Teresa Madeira, e a Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência do Maestro RAFAEL GARCIA, diretor artístico do VIRTUOSI. Todos os concertos são gratuitos e começam às 20h, com exceção do domingo, dia 16, quando haverá duas apresentações, sendo uma às 15h e outra às 16h.

A abertura do festival acontece no dia 14 de junho, sob responsabilidade de um duo de piano e violino formado por Ingrid Barancoski e Constança de Almeida Prado Moreno que apresentam um programa dedicado ao compositor ALMEIDA PRADO. Premiada com a Bolsa de Estudos da CAPES/Brasília, programa Apartes, Constança Moreno concluiu em 2001 o Mestrado em Violino-Performance na Manhattan School of Music – New York. De 2001 a 2006, assumiu a classe de violino de Eugenia Popova na ECA/USP. Tem realizado inúmeros recitais e concertos com orquestra, homenageando seu pai. Após a morte deste grande gênio, ela idealizou junto a Carlos Moreno, a criação do Almeida Prado Ensemble, que teve sua premiere em abril de 2011.

Pianista paranaense, Ingrid Barancoski é Doutora em Piano pela Universidade do Arizona. Participou de renomados festivais, como o Cliburn Piano Institute (EUA) e Centre Acanthes (França). É detentora de vários prêmios em concursos nacionais e internacionais, entre os quais The President´s Competition (EUA), e IBLA Grand Prize (Itália). Já atuou com diversas orquestras como a Sinfonia Cultura, a Sinfônica de Minas Gerais, a Orquestra da Universidade do Arizona, a Orquestra de Câmera de Curitiba e a Sinfônica Nacional, sob a regência de Lutero Rodrigues, Roberto Duarte, Dario Sotero Calvo e John Roscigno. Suas inúmeras apresentações solo incluem recital na série Dame Myra Hess Memorial Concerts (EUA) e apresentações em diversos estados e capitais brasileiras, além de México, Venezuela, Itália e Estados Unidos. É docente do Instituto Villa-Lobos da UNIRIO.

Com o programa A HISTÓRIA DO BRASIL ATRAVÉS DA MÚSICA a Cantilena Ensemble se apresenta no dia 15 de junho, às 20h. O programa recebe ainda narração e comentários do jornalista Irineu Franco Perpétuo. A orquestra de câmara Cantilena Ensemble é formada por músicos com ampla experiência no cenário da música erudita do país. O grupo paulistano foi fundado, em 2006, pela violinista Maria Fernanda Krug e, nestes seis anos de existência, já se apresentou em mais de 30 cidades do interior do estado de São Paulo, na capital paulista, além dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

Centrada numa abordagem arte-educativa, o programa “A História do Brasil Através da Música” pretende resgatar, preservar e divulgar a música erudita do Brasil, e relacionar essas obras musicais aos fatos mais marcantes em mais de 500 anos de História. O concerto ainda contará com a projeção de imagens no telão, que ajudarão o público a situar o repertório em seu contexto histórico.

O terceiro dia do IX VIRTUOSI BRASIL apresenta dois espetáculos. O primeiro ocorre às 15h e é intitulado SARAU CARIOCA, contendo obras de Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth, sendo executada pela pianista Maria Teresa Madeira. A intensa e multifacetada carreira musical da pianista encontra-se marcada por experiências importantes, seja no campo artístico, seja no campo acadêmico. Bacharel em Piano pela Escola de Música da UFRJ e Mestre em Música pela Universidade de Iowa, nos EUA, realizou recitais e concertos nos EUA, França, Argentina, Tunísia e Alemanha, sempre priorizando a divulgação da música brasileira.

Maria Teresa Madeira é ainda patrona do Concurso Nacional de Piano que leva seu nome. Foi uma das agraciadas da Bolsa RioArte 2000, da Prefeitura do Rio de Janeiro, para pesquisar sobre a vida e a obra da pianista e compositora carioca Carolina Cardoso de Menezes. Indicada ao Prêmio Carlos Gomes de Melhor Pianista de 2002, lançou em 2003 os CD’s “Ernesto Nazareth” vol. 1 e 2. O vol. 2 foi um dos indicados ao prêmio GRAMMY LATINO de 2003 de melhor CD de música erudita.

Com a Orquestra Jovem de Pernambuco, sob a regência do Maestro Rafael Garcia, o IX VIRTUOSI BRASIL encerra sua programação no domingo às 16h com a presença de três solistas. Na primeira parte, obras de Johann Sebastian Bach, incluindo algumas cantatas do compositor alemão com arranjos de Almeida Prado. Constança Almeida Prado e Ana Lúcia Altino serão solistas dos concertos para violino em lá menor e piano em lá maior. A segunda parte apresenta o Concertino para violino e orquestra do compositor pernambucano Clóvis Pereira tendo como solista seu filho o violinista Clóvis Pereira Filho.

A pernambucana Ana Lúcia Altino, é DMA em piano performance pela Universidade de Boston. Graduada pela Universidade Federal de Pernambuco estudou na Escola Superior de Música de Detmold com bolsa do governo da Alemanha. Vencedora de vários prêmios nacionais foi solista das grandes orquestras do país sob a regência de importantes regentes tais como Eleazar de Carvalho, Diogo Pacheco, Isaac Karabtchevsky, Pierre Colombo, Carlos Veiga, entre outros. À convite do Maestro Eleazar de Carvalho foi pianista da OSESP. Responsável pelo ressurgimento do movimento musical da Paraíba, criou o Departamento e o Curso de Bacharelado em Música da Universidade Federal assim como a Orquestra Sinfônica daquele estado. Foi Diretora Administrativa da Orquestra Sinfônica de Campinas, SP.
Clóvis Filho estudou na Alemanha e na Escola Superior de Música de Frankfurt/Main e Düsseldorf. Foi fundador do “Villa-Lobos Quartet” que atuou em vários países tais como Alemanha, Dinamarca, Israel, Itália, e Portugal. Obteve seu diploma com louvor na Escola Superior de Música Robert Schumann, em Düsseldorf, e por concurso ingressou na Orquestra da Radio da Dinamarca. Desde então, trabalhou com os mais renomados maestros do mundo como Bernstein, Blomstedt, Okku Kamo, Segestram e Kurt Masur, entre outros. Atualmente é solista na Orquestra Sinfônica Brasileira.

O IX VIRTUOSI BRASIL conta com o patrocínio do BNDES e do Governo Federal através da Lei Rouanet e apoio do Governo de Pernambuco, da Prefeitura do Recife, da CEPE e da Folha de Pernambuco.

SERVIÇO:
ONDE: TEATRO DE SANTA ISABEL – Praça da República – Recife / PE
14 de junho às 20h
ALMEIDA PRADO, 70 anos
Ingrid Barancoski, piano
Constança de Almeida Prado Moreno, violino

15 de junho às 20h
HISTORIA DO BRASIL ATRAVES DA MUSICA
CANTILENA ENSEMBLE
Comentários do jornalista Irineu Perpétuo

16 de junho às 15h e às 16h
MARIA TERESA MADEIRA, piano
150 anos de Ernesto Nazareth

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
Constança Almeida Prado Moreno, violino
Ana Lucia Altino, piano
Clóvis Pereira Filho, violino
Rafael Garcia, regenteENTRADA FRANCA



Esse texto foi publicado terça-feira, maio 28th, 2013 às 9:55 AM na seção Notícias. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

Comente!

Seu comentário