Victor Asuncion

Aclamado pelo jornal The Washington Post por sua “execução imaginativa”, Victor Asuncion, um pianista de sensibilidade musical inata, temperamento ardente e técnica soberba, é o destaque da noite de sexta-feira do II FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ. O pianista, nascido nas Filipinas, já rodou o mundo como recitalista e solista emocionando plateias em grandes salas de concerto no Canadá, Japão, México, Turquia e diversos países da Europa.

A partir das 19h da sexta-feira, na Igreja Matriz de Sant’Ana, o pianista executa um programa em homenagem a Chopin, com obras como a Balada nº 1 em sol menor, Op. 23 e Scherzo nº 1 em si menor, Op.20. O compositor romântico vem sendo homenageado durante o festival na ocasião dos 200 anos de seu nascimento.
 
Biografia – O pianista Victor Assuncion fez sua estreia aos 18 anos com a Orquestra de Câmara de Manila e sua estreia em Nova York aconteceu no cultuado Weill Recital Hall do Carnegie em 1999. Ao longo deste tempo, ele tem trabalhado com maestros como Sergio Esmilla, Enrique Batiz, DormanZev, Weisberg Arthur, Brown Corrick, Loebel David, Leon Fleisher, Michael Stern, Tang Jordão e Bobby McFerrin.
 
Recebeu seu doutorado em Piano em 2007 pela Universidade de Maryland. Foi professor de música de câmara no AspenMusic Festival, bem como no GarthNewel Summer Music Festival. Atualmente é professor adjunto de piano, e diretor do CollaborativeArtsStudies da Escola de Música Rudi E. Scheidt da Universidade de Memphis.

O II VIRTUOSI DE GRAVATÁ é apresentado pela Prefeitura de Gravatá e produzido pela Ana Lúcia Altino. A direção artística fica a cargo do Maestro Rafael Garcia.O evento vai até o domingo, 18/07, na Igreja Matriz de Sant’Ana, no centro de Gravatá.
 
II FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ
13 a 18 de julho
Igreja Matriz de Sant’Ana
Terça a sexta (13 a 16/07): concertos a partir das 19h

//SEXTA 16 | 07 19h
HOMENAGEM A CHOPIN II [1810-1849]

Victor Asuncion, piano

Scherzo nº 1 em si menor, Op.20
Scherzo nº 2 em si bemol menor, Op.31
Scherzo nº 3 em em dó sustenido menor, Op.39
Scherzo nº4 em mi maior, Op. 54
Polonaise Héroïque em lá bemol maior, Op. 53