GALERIA – III Virtuosi de Belo Jardim (2º Dia)

Seção: Multimídia
GALERIA – III Virtuosi de Belo Jardim (2º Dia)


Fotos: Hannah Carvalho

Leia mais » Nenhum comentário

VIRTUOSI RETORNA A BELO JARDIM COM QUATRO DIAS DE PROGRAMAÇÃO

Seção: Notícias
VIRTUOSI RETORNA A BELO JARDIM COM QUATRO DIAS DE  PROGRAMAÇÃO

Durante o mês de julho, o VIRTUOSI percorre o interior de Pernambuco com uma série de concertos e recitais gratuitos. Belo Jardim recebe pelo segundo ano consecutivo a programação do evento com a presença de instrumentistas nacionais e internacionais em apresentações inéditas, além da oferta de masterclasses para estudantes de música da região.

Uma das características do Virtuosi é a preocupação em mostrar talentos da música de concerto que possuem grande precisão na execução até de obras consideradas difíceis. As atrações convidadas já conquistaram prêmios internacionais em diferentes categorias e instituições, garantindo um prestígio ainda maior ao evento. Com isso, a expectativa é de sessões lotadas, com a presença até de público de outras cidades além das que sediam o festival.

Programação – Apresentado pelo Ministério da Cultura e Instituto Conceição Moura, com direção musical do maestro Rafael Garcia, o II Virtuosi de Belo Jardim acontece entre os dias 07 e 10 de julho na Igreja Matriz da cidade com entrada gratuita. A segunda edição do festival concentra-se principalmente na realização de master classes para instrumentistas de sopros. Mais de 50 jovens trompetistas, trombonistas, tubistas, flautistas, clarinetistas e saxofonistas se inscreveram para estas atividades.

Seis concertos estão programados para essa segunda edição do festival, que tem início no dia 07 às 20h na Igreja Matriz com a Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência do Maestro Rafael Garcia, apresentando um programa com obras de Vivaldi, Albinoni, Glazunov, Baermann e Maestro Duda. Na sexta (08), às 17h acontece a apresentação da Banda de Música do IFPE e às 20h o evento destaca um programa de música de câmara com a participação do Trio de Palhetas da OSB.

UNIRIO METAIS

No sábado (09), às 20h é a vez do grupo UniRio Metais, formado por professores da UNIRIO e UFRJ. No encerramento no domingo (10), às 11h, a banda formada por instrumentistas durante o festival executa um concerto inédito sob a direção do Maestro Rafael Garcia e às 17h a Big Band do IFPE fecha as atividades do festival.

O II Virtuosi de Belo Jardim tem o patrocínio do Ministério da Cultura através da lei federal de incentivo fiscal e do Instituto Conceição Moura com apoio do Grupo Moura, Prefeitura de Belo Jardim, Instituto Federal de Pernambuco Campus Belo Jardim e CEPE.

MINISTERIO DA CULTURA E INSTITUTO CONCEIÇÃO MOURA apresentam

II VIRTUOSI DE BELO JARDIM

RAFAEL GARCIA, director artístico

IGREJA MATRIZ DA CONCEIÇÃO
7 a 10 de julho de 2016

DIA 07 | 07
20h30 ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO

RAFAEL GARCIA, regente
ANTONIO VIVALDI [1678-1741]

Concerto em dó maior para flautim e orquestra de cordas
Allegro – Largo – Allegro molto

HORACIO MASSONE, flautim

TOMASO ALBINONI [1671-1751]

Concerto para tuba e orquestra de cordas Op.IX, nº 2
(original para oboé e orquestra de cordas)
Allegro e non presto – Adagio – Allegro

ALBERT KHATTAR, tuba

ANTONIO VIVALDI [1678-1741]

Concerto para oboe, fagote e cordas em Sol Maior, RV 545
Andante molto – Largo – Allegro molto

JORGE POSTEL, oboé

FELIPE DESTEFANO, fagote

HEINRICH JOSEPH BAERMANN [1784-1847]

Adagio para clarinete e cordas em ré b maior

MÁRCIO COSTA, clarinete

ALEKSANDR GLAZUNOV [1865-1936]

Concerto para saxophone alto e cordas, Op.109

JOSÉ DE ARIMATÉIA, saxophone

JOSÉ U. DA SILVA (Maestro Duda) [1935]

Toada

NAILSON SIMÕES, trompete

JOÃO LUIZ AREIAS, trombone

Orquestra Jovem de Pernambuco

Violinos: Valter Soares, Yuri Tavares, Thialyson Moura, Samuel Oliveira, Silverson Henrique,

Eduardo Junior, André Serapião

Violas: Alexandro Castro, Raul Victor, Gabriel Silva, Raquel Paz

Cellos: Nilson Galvão, Fernando Trigueiro, Diego Dias

Baixos: Carlos Rosendo, Italo Ferreira

DIA 08 | 07

17h BANDA DO IFPE

Programa a ser anunciado

20h30 TRIO DE SOPROS DA OSB

JACQUES IBERT [1890-1962]

Cinco Peças em Trio
Allegro vivo – Andantino
Allegro assai – Andante
Allegro quasi marziale

PIERRE MAX DUBOIS [1930-1995]

Trio D'anches (Trio de Palhetas)
Vigoroso – Andante molto
Allegretto leggero – Andante
Poco Adagio – Subito Allegro

ANGE FLEGIER [1846-1927]

Suite de concerto
Allegro agitato – Andante
Intermezzo- Finale

L.V. BEETHOVEN [1770-1827]

Trio Op 87
Allegro – Adagio
Menuetto – Allegro molto scherzo
Finale- Presto

JORGE POSTEL, oboé

MÁRCIO COSTA, clarinete

FELIPE DESTEFANO, fagote

DIA 09 | 07

20h30 GRUPO UNIRIO METAIS

J.S.BACH [1685-1750]

Tocata e Fuga

VICTOR EWALD [1860-1935]

Sinfonia para Metais nª 1
Allegro
Andante, allegro, andante
Marcha

MALCOM ARNOLD [1921-2006]

Concert for Brass
Allegro – Andante – Vivace

ANTONIO M. DO ESPÍRITO SANTO [1884-1913]

Cisne Branco

DIMAS SEDÍCIAS [1930-2001]

Suite
300 Leguas
Berceuse
Garatuja

JOSÉ U. DA SILVA (Maestro Duda)[1935]

Música para Metais nº 1
Tuba Choro

L.GONZAGA/H.TEIXEIRA (Arr. Duda)

Gonzagueando

NAILSON SIMÕES, trompete

MAICO LOPES, trompete

ADALTO SOARES, trompa

JOÃO LUIZ AREIAS, trombone

ALBERT KHATTAR, tuba

DIA 10 | 07

11h BANDA DO FESTIVAL

Programa a ser anunciado

17h BIG BAND DO IFPE

Programa a ser anunciado

Leia mais » Nenhum comentário

VIRTUOSI DIVULGA PROGRAMAÇÃO DE ETAPAS EM BELO JARDIM, GRAVATÁ E GARANHUNS EM JULHO

Seção: Notícias, Programação
VIRTUOSI DIVULGA PROGRAMAÇÃO DE ETAPAS EM BELO JARDIM, GRAVATÁ E GARANHUNS EM JULHO

Virtuosi_FLORAPIMENTEL_259

De 07 a 26 de julho, o VIRTUOSI percorre o interior de Pernambuco com uma série de concertos e recitais gratuitos em eventos já consagrados e aguardados ansiosamente pelo público do Agreste do estado. Belo Jardim, Gravatá e Garanhuns receberão mais uma vez a programação do Virtuosi com a chegada de instrumentistas nacionais e internacionais em apresentações inéditas, além da oferta de masterclasses para estudantes de música da região.

Uma das características do Virtuosi é a preocupação em mostrar talentos da música de concerto que possuem grande precisão na execução até de obras consideradas difíceis. As atrações convidadas já conquistaram prêmios internacionais em diferentes categorias e instituições, garantindo um prestígio ainda maior ao evento. Com isso, a expectativa é de sessões lotadas, com a presença até de público de outras cidades além das que sediam o festival.

UniRio Metais
UniRio Metais

Belo Jardim – Apresentado pelo Ministério da Cultura e Instituto Conceição Moura, a “cidade de músicos” recebe pela segunda vez uma fina programação musical com instrumentistas de alta qualidade. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o II Virtuosi de Belo Jardim acontece entre os dias 07 e 10 de julho na Igreja Matriz com entrada gratuita. A segunda edição do festival concentra-se principalmente na realização de master classes para instrumentistas de sopros. Mais de 50 jovens trompetistas, trombonistas, tubistas, flautistas, clarinetistas e saxofonistas se inscreveram para estas atividades.

Seis concertos estão programados para essa segunda edição do festival, que tem início no dia 07 às 20h na Igreja Matriz com a Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência do Maestro Rafael Garcia, apresentando um programa com obras de Vivaldi, Albinoni, Glazunov, Baermann e Maestro Duda. Na sexta (08), às 17h acontece a apresentação da Banda de Música do IFPE e às 20h o evento destaca um programa de música de câmara com a participação do Trio de Palhetas da OSB. No sábado (09), às 20h é a vez do grupo UniRio Metais, formado por professores da UNIRIO e UFRJ. No encerramento no domingo (10), às 11h, a banda formada por instrumentistas durante o festival executa um concerto inédito sob a direção do Maestro Rafael Garcia e às 17h a Big Band do IFPE fecha as atividades do festival.

O II Virtuosi de Belo Jardim tem o patrocínio do Ministério da Cultura através da lei federal de incentivo fiscal e do Instituto Conceição Moura com apoio do Grupo Moura, Prefeitura de Belo Jardim, Instituto Federal de Pernambuco Campus Belo Jardim e CEPE.

Niklaus Rüegg
Niklaus Ruegg

Gravatá – Pelo oitavo ano consecutivo, a charmosa cidade de Gravatá recebe uma fina programação musical com instrumentistas de alta qualidade. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o VIII Virtuosi de Gravatá acontece entre os dias 16 e 24 de julho na Igreja Matriz de Sant’Ana com entrada gratuita.

Neste ano, o Virtuosi em Gravatá recebe ainda a Semana Internacional de Coral em convênio com instituições musicais suíças trazendo assim cerca de 20 coralistas do país, além de tenores, barítonos e regentes. Além disso, coralistas nordestinos se unem ao programa para formarem um coral com mais de 40 vozes, encerrando o festival com a apresentação do Requiem de Mozart.

A programação tem início no sábado (16) às 19h na Igreja Matriz de Sant’Ana com a Orquestra Jovem de Pernambuco sob a direção do Maestro Rafael Garcia tendo como solistas a violinista Soh-Hyun Park, o violista Rafael Altino e o violoncelista Leonardo Altino. No domingo (17) às 11h, o Virtuosi reservou um recital de canto com a participação de Niklaus Rüegg, Robert Koller e Nadia Belneeva.

Ilya Ramlav
Ilya Ramlav

O festival recebe na segunda (18) o recital Barroco & Romantismo com o pianista Ilya Ramlav. Na terça (19), é a vez do recital Brahms & Rachmaninoff com a participação do violista Rafael Altino e do pianista Ilya Ramlav. As cantoras soprano brasileiras Gabriella Pace e Adriana Clis se apresentam no dia 20 de julho tendo ao piano Nadia Belneeva. O festival segue trazendo no dia 21 o programa Paganini & Cesar Franck apresentando o Quarteto para viola, violino, cello e violao e o Quinteto para piano e cordas.

Na sexta feira (22), é a vez do Duo Altino apresentar um programa com obras de Kodály, Desenne e Ravel. Às 11h do sábado (23), o violonista Adam Marec realiza seu recital. No mesmo dia à noite, às 19h haverá a apresentação do Requiem de Mozart reunindo coralistas, instrumentistas e professores. O Virtuosi Gravatá se encerra no domingo (24) às 11h com um recital dos jovens cantores e instrumentistas, apresentando o trabalho realizado durante a semana.

O VIII Virtuosi de Gravatá tem apoio da Empetur, Secretaria de Turismo, Governo do Estado de Pernambuco, Prefeitura de Gravatá, Hotel Villa Hípica, Cepe, Regionale Musikschule, Kanton Basel-Stadt, Avina Stiftung.

Duo Altino (Leonardo e Soh-Hyun)
Duo Altino (Leonardo e Soh-Hyun)

Garanhuns – Dentro da programação do Festival de Inverno de Garanhuns, o Virtuosi também marca presença com o Virtuosi na Serra de 24 a 26 de julho com apresentações na Igreja de Santo Antônio. A programação se inicia no domingo (24) às 16h30 com a execução do Requiem de Mozart, com coralistas suiços e nordestinos em um trabalho desenvolvido durante o festival em Gravatá na semana anterior.

Na segunda-feira (25), às 16h30, o festival apresenta o recital do violista Rafael Altino, e às 21h o recital com o pianista Ilya Ramlav executando o programa “Barroco & Romantismo”. No dia 26, às 16h30, o DUO ALTINO se apresenta pela primeira vez em Garanhuns e às 21h, os tenores suíços Niklaus Rüegg e Robert Koller apresentarão canções e árias de ópera e opereta encerrando assim a programação do Virtuosi em Garanhuns.


PROGRAMAÇÃO VIRTUOSI – JULHO / 2016

II Virtuosi de Belo Jardim – 07 a 10 de Julho – Igreja Matriz de Belo Jardim
VIII Virtuosi de Gravatá – 16 a 24 de Julho – Igreja Matriz de Sant’Ana
Virtuosi na Serra – Garanhuns – 24 a 26 de Julho – Igreja de Santo Antônio
Aberto ao público
Mais informações: www.virtuosi.com.br

Leia mais » Nenhum comentário

VII VIRTUOSI DE GRAVATÁ: 15 a 19 de julho de 2015

Seção: Programação
VII VIRTUOSI DE GRAVATÁ: 15 a 19 de julho de 2015

VIRTUOSI PROMOVE CINCO DIAS DE CONCERTOS E RECITAIS EM GRAVATÁ COM CONVIDADOS INTERNACIONAIS

Apresentado pela Prefeitura de Gravatá, a charmosa cidade do Agreste Pernambucano recebe pelo sétimo ano consecutivo uma fina programação musical com instrumentistas de alta qualidade. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o VII Virtuosi de Gravatá acontece entre os dias 15 e 19 de julho na Igreja Matriz de Sant’Ana com entrada gratuita. A sétima edição do festival concentra-se em cinco dias e apresenta seis concertos.

Diversos recitais estão programados para o festival, que apresenta pela primeira vez no Brasil, espetáculos com a pianista Daria Kiseleva, vencedora do Concurso Internacional BNDES de Piano 2014, o acordeonista ucraniano Alexander Hrustevich, o violinista chileno Freddy Varela, o violista argentine Adrián Felizia, o violoncelista búlgaro Stanimir Todorov, os pianistas norte-americanos Michael & Jamie Gurt, o contrabaixista venezuelano Edicson Ruiz e o Duo Paula Bujes & Pedro Huff com violino e violoncelo.

Uma das características do Virtuosi é a preocupação em mostrar talentos da música de concerto que possuem grande precisão na execução até de obras consideradas difíceis. As atrações convidadas já conquistaram prêmios internacionais em diferentes categorias e instituições, garantindo um prestígio ainda maior ao evento. Com isso, assim como ocorre nos anos anteriores, a expectativa é de sessões lotadas, com a presença até de público de outras cidades vindo prestigiar o festival em Gravatá.

O Virtuosi recebe ainda bolsistas instrumentistas de cordas de Pernambuco, Paraíba, Rio de Janeiro, São Paulo, e outros estados que, além de integrar a orquestra do festival, também recebem aulas de professores como o violinista Freddy Varela; o violista Adrián Felizia; o violoncelista búlgaro Stanimir Todorov, além do contrabaixista venezuelano Edicson Ruiz.

A programação tem início na quarta feira (15) às 20h na Igreja Matriz de Sant’Ana com o famoso acordeonista ucraniano Alexander Hrustevich, fenômeno do instrumento que vem ao Brasil também para participar do Festival Internacional de Sanfona. Na quinta (16) às 20h, um programa de música de câmara com a participação dos dois duos: Paula Bujes & Pedro Huff, Michael & Jamie Gurt.

O festival recebe na sexta (17) às 20h o recital Schumann & Brahms apresenta dois quartetos para piano e cordas com participação do violinista Freddy Varela, do violista Adrián Felizia, do violoncelista Stanimir Todorov e do pianista Michael Gurt. No sábado (18) às 11h da manhã, será a vez do Duo de piano Michael & Jamie Gurt subir ao palco. À noite, às 20h, a Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência do Maestro Rafael Garcia apresenta um programa de concertos com solistas com obras de Vivaldi, Weber, Max Bruch, Bottesini, Schubert.

O encerramento do festival ocorre no domingo (19) às 11h com a pianista russa Daria Kiseleva, vencedora do Concurso Internacional BNDES de Piano 2014. No programa obras de Brahms, Ravel, Albeniz e Prokovief.

O VII Virtuosi de Gravatá tem patrocínio da Prefeitura de Gravatá e conta com o apoio da COPERGÁS e HOTEL VILA-HÍPICA.

VII VIRTUOSI DE GRAVATA
15 – 19 de julho
Igreja Matriz de Sant’Ana
Entrada gratuita

Quarta 15.07 – 20h
Alexander Hrustevich (acordeon)

Quinta 16.07 – 20h
Recital de Música de Câmara
Homenagem aos 150 anos do compositor Carl Nielsen

Paula Bujes (violino)
Pedro Huff (violoncelo)
Jamie Gurt (piano)
Micahel Gurt (piano)

Sexta 17.07 – 20h
Schumann & Brahms

Freddy Varela (violino)
Adrián Felizia (viola)
Stanimir Todorov (violoncelo)
Michael Gurt (piano)

Sabado 18.07
11h – Micahel & Jamie Gurt

20h – Orquestra Jovem de Pernambuco & Solistas
Rafael Garcia, regente
Freddy Varela (violino)
Adrián Felizia (viola)
Stanimir Todorov (violoncelo)
Edicson Ruiz (contrabaixo)

Domingo 19.07
11h – Daria Kiseleva (piano)
Vencedora do Concurso Internacional BNDES de Piano de 2014

Leia mais » Nenhum comentário

XVII VIRTUOSI SE DIVIDE ENTRE PERNAMBUCO, PARAÍBA, CEARÁ E PARÁ

Seção: Programação
XVII VIRTUOSI SE DIVIDE ENTRE PERNAMBUCO, PARAÍBA, CEARÁ E PARÁ

VIRTUOSI - 1o Dia-5191

O Ministério da Cultura e o BNDES apresentam o XVII VIRTUOSI – Festival Internacional de Música de Pernambuco que, pelo quinto ano consecutivo, acontece em diferentes localidades além do Recife. De 07 a 14 de dezembro, o festival, que dedica esta edição aos 150 anos do nascimento do grande compositor RICHARD STRAUSS, mantém a tradição de trazer grandes nomes internacionais. Neste ano, o evento se divide entre o Recife, Olinda, João Pessoa, Campina Grande, Fortaleza e Belém.

Com patrocínio do BNDES, CORREIOS e Governo Federal através da Lei Rouanet, e com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco e da Prefeitura Municipal do Recife, o XVII Virtuosi realiza o IV VIRTUOSI DIÁLOGOS promovendo palestras com o jornalista Irineu Franco Perpétuo com o tema “Aprendendo a ouvir Música Clássica” na Livraria Cultura – Paço Alfândega, dias 9, 10 e 11 às 10h. Os interessados poderão se inscrever no site www.virtuosi.com.br. A programação do XVII VIRTUOSI será totalmente gratuita.

Roby-Lakatos

Neste ano o festival apresenta o II VIRTUOSI PELA PAZ – MARATONA VIRTUOSI BNDES – nos dias 12 e 13 de dezembro. Serão 24 horas de música com diversas apresentações que incluem Orquestra Virtuosi, Benjamin Schmid Jazz Quartet, Stringfever, Roby Lakatos, Christian Lindberg, DJ Dolores & Naná Vasconcelos e muitos outros artistas nacionais e internacionais. Tudo no Teatro de Santa Isabel.

O VIRTUOSI 2014 conta com patrocínio do BNDES, CORREIOS, Excelsior Seguros, incentivo do Governo do Estado de Pernambuco e Prefeitura Municipal do Recife e apoio da Prefeitura de Olinda, Prefeitura de João Pessoa, Prefeitura de Campina Grande, CEPE, Livraria Cultura, UFPB, Fundação Amazônica de Música, Dragão do Mar e Dorisol Grand Hotel Recife.

unnamed

OLINDA – A abertura do festival será em Olinda, na Igreja do Carmo, às 17h do dia 07 de dezembro. Para abrir a programação artística do evento, a produtora Ana Lúcia Altino e o diretor artístico do evento, o Maestro Rafael Garcia, convidaram o fagotista brasileiro Fabio Cury que apresentará seus mais novos CDs: O fagote barroco com o cravista Alessandro Santoro e as Valsas de Mignone para fagote.

RECIFE – A primeira noite do XVII Virtuosi no Recife ocorre no Conservatório Pernambucano de Música com um recital que conta com a presença do romeno Catalin Rotatu no contrabaixo e a russa Anastasia Zhivotovskaya no piano. O evento tem início às 19h30 e possui entrada gratuita.

No dia seguinte começa a Série Vicente Fittipaldi no Teatro de Santa Isabel abrigando as principais apresentações do festival. O concerto de abertura intitulado STRAUSS, SMETANA & SCHUMANN vai reunir vários artistas nacionais e internacionais executando obras clássicas da música de câmara, trazendo Victor Asuncion ao piano, Leonardo Altino no cello, Paul Cortese na viola e os violinistas Yehezkel Yerushalmi, Yannos Margaziotis e Benjamin Sung,

unnamed (2)

Na sexta-feira, 12 de dezembro, às 20h, o Virtuosi abre a programação do II VIRTUOSI PELA PAZ – MARATONA VIRTUOSI BNDES – oferecendo 24 horas de música entre a sexta e o sábado. A abertura fica por conta da Orquestra Virtuosi sob a regência do Maestro Rafael Garcia com um programa que executa a obra Metamorfose de Richard Strauss, seguida de um festival de obras de Beethoven. Acredita-se que Metamorfose foi escrita como um lamento à destruição da Alemanha na segunda guerra mundial, em particular ao bombardeio devastador que houve em Munique destruindo o Teatro de Ópera dessa cidade. Nessa obra Strauss usa explicitamente tema da Marcha Fúnebre da Sinfonia nº 3 de Beethoven. Serão solistas neste momento os violinistas Giora Schmidt e Soh-Hyun Park Altino, a pianista Ana Lucia Altino e o violoncelista Leonardo Altino.

A programação do II VIRTUOSI PELA PAZ segue noite adentro com participações de artistas nacionais e internacionais, entre eles o trombonista Christian Lindberg, Roby Lakatos Ensemble, Benjamin Schmid Jazz Quartet, o grupo comediante ingles Stringfever, uma apresentação especial reunindo DJ Dolores e Naná Vasconcelos, Ensemble São Paulo, Unirio Metais e o Duo Altino, dentre outras atrações. Um dos destaques da maratona é o concerto especial da Orquestra Jovem de Pernambuco que terá como solista o pianista Artur Moreira Lima.

unnamed (3)

A maratona se encerra às 20h do sábado (13) com a Orquestra Virtuosi apresentando o programa GULDA, KREISLER, ELLINGTON & LINDBERG. Este será um programa dedicado ao Jazz sinfônico, apresentando ainda duas peças de Duke Ellington (Prelúdio para um beijo e Caravan – arranjos de Michael Abene) com a participação especial do saxofonista Maestro Spok. O solista do concerto será o violinista Benjamin Schmid, considerado um dos maiores violinistas do mundo dos últimos 50 anos de acordo com publicação lançada em setembro deste ano na França.

O festival se despede do Recife no domingo (14) com a Maratona Virtuosi BNDES de Piano com a presença dos pianistas russos Ilya Ramlav e Anastasia Zhivotovskaya. Considerado uma das maiores revelações da nova geração da música clássica, Ramlav foi solista à frente de orquestras como a de St. Petersburgo e realiza seu recital às 18h no Teatro de Santa Isabel, sendo seguido às 19h pela pianista russa Anastasia Zhivotovskaya, do Conservatório de Moscou.

Benjamin Schmidt

JOÃO PESSOA – Após a realização de seus concertos em Pernambuco, o VIRTUOSI segue para a Paraíba e apresenta um show especial na cidade de João Pessoa. Com apoio da Prefeitura municipal, FUNJOP e UFPB, a Sala Radegundis Feitosa recebe a Benjamin Schmid Jazz Quartet no dia 14 de dezembro às 20h.

CAMPINA GRANDE – O VIRTUOSI apresenta dois concertos na cidade Campina Grande com o apoio da prefeitura local. Os concertos acontecem nos dias 09 e 10 de dezembro às 20h no Teatro Severino Cabral. Na cidade, o Ensemble São Paulo se apresenta no dia 09 e o grupo UniRio Metais no dia 10. Ambos os shows possuem entrada gratuita.

FORTALEZA – O violoncelista Leonardo Altino será a atração da etapa do festival Virtuosi em Fortaleza no dia 14 de dezembro às 20h no Centro Cultural Dragão do Mar. Primeiro Prêmio no Concurso Internacional de Violoncelo de Viña Del Mar/Chile, Leonardo foi solista das principais orquestras brasileiras assim como da Sinfônica do Chile e Sinfônica de Bogotá, entre outras.

BELÉM – Na capital paraense, o festival Virtuosi se realiza na Sala Augusto Meira Filho – Art Doce Hall no dia 15 de dezembro às 20h. Participa do evento em Belém o violoncelista Leonardo Altino. Em Belém, o Virtuosi conta com o apoio da Fundação Amazônica de Música.

Mais informações: https://www.facebook.com/virtuosirecife
(81) 3363-0138 | 3355-3324

Leia mais » Nenhum comentário

III VIRTUOSI SÉCULO XXI (24 a 27/10)

Seção: Notícias
III VIRTUOSI SÉCULO XXI (24 a 27/10)

CORREIOS apresentam o III VIRTUOSI SÉCULO XXI que acontece nos dias 24, 25, 26 e 27 de outubro no Recife. Com patrocínio dos CORREIOS e BNDES através da Lei Rouanet, o evento ocorre no Insituto JCPM e no Teatro Eva Herz, localizado na Livraria Cultura do Shopping RioMar. O festival conta ainda com o apoio da Prefeitura do Recife, CEPE, IJCPM, Livraria Cultura e Folha de Pernambuco.

O Virtuosi Século XXI é um festival de música contemporânea, que tem em sua terceira edição a direção artística do maestro Rafael Garcia, coordenadoria de Ana Lúcia Altino e curadoria do compositor paraibano Marcílio Onofre. O evento planeja ser um dos que possuem grande destaque no país neste ano, pois vem trazendo alguns dos maiores nomes da música contemporânea no cenário internacional.

Chaya Czernowin

Neste ano, o festival homenageia a compositora Marisa Rezende e traz agrandes compositoras brasileiras e estrangeiras. A compositora Chaya Czernowin (Israel/EUA) vai ministrar duas oficinas de composição além de duas masterclasses para os jovens autores que tiverem obras selecionadas para trabalharem em aulas individuais com os convidados.

Outras importantes compositoras com atuação no Brasil e no exterior também participarão como palestrantes do Festival. São elas: Jocy de Oliveira (SP), Vania Dantas Leite (RJ), Ilza Nogueira (PB), Heather Dea Jennings (EUA/RN) e naturalmente Marisa Rezende (RJ).

Marisa Rezende

Premissa – O festival visa valorizar e estimular a produção, divulgação e o registro da música expressa em uma linguagem contemporânea, especialmente aquela escrita por compositores brasileiros. A ideia é a de abrir caminho para que mais pessoas travem os primeiros contatos com uma variada gama de linguagens musicais e processos composicionais, próprios da música deste período. O Virtuosi Século XXI ainda pretende promover um intercâmbio entre artistas locais e de outras regiões do país promovendo a atualização quanto às linguagens musicais contemporâneas.

A programação do evento está dividida em três segmentos: Mostra de música contemporânea; Série de Encontros entre compositores e comunidade em geral e Masterclasses. A mostra de música contemporânea compreende três concertos com a participação do duo formado pela flautista norte-americana residente na Alemanha Camilla Hoitenga e o pianista estoniano Taavi Kerikmäe; o Grupo Camará da Universidade Federal da Bahia, a Pocket Ópera “SOLO” de Jocy de Oliveira com participação da soprano e atriz Gabriela Geluda e o The Penderecki String Quartet.

Os concertos serão realizados nos dias 24, 25 e 26 de outubro sempre às 19h30, com exceção do domingo 26 que também terá um concerto às 17h, com entrada franca no Teatro Eva Herz. Na programação dos concertos serão apresentadas obras dos compositores presentes no evento assim como de vários outros compositores. No dia 25, às 19h será o lançamento do livro de Jocy de Oliveira “Diálogo com Cartas”.

Jocy de Oliveira

A série de encontros entre compositores e comunidade em geral acontece de 9h30 às 12h20 e das 14h às 15h20 no Teatro Eva Herz. Esses encontros visam exposições e debates sobre o pensamento musical no Século XXI e sobre os vários aspectos da música atual, incluindo sua criação, interpretação e percepção. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no site www.virtuosi.com.br a partir do dia 1º de outubro.

A participação nas palestras e nas oficinas é gratuita. No entanto, será necessário fazer inscrição para as mesmas através do site virtuosi.com.br considerando que haverá aproximadamente 70 lugares disponíveis em cada oficina/palestra. No caso específico das oficinas de composição, seis dos participantes poderão apresentar uma peça, cada, para ser discutida com o ministrante, de acordo com os critérios explicados no site.

Convidados – A mostra de música traz o Duo Hoitenga & Kerikmäe, formado por Camila Hoitenga e Taavi Kerikmãe. Camilla Hoitenga, natural dos Estados Unidos, se apresenta em palcos de todo o mundo, tocando não só a flauta em dó, mas também a flauta alto, baixo, piccolo e outras variedades de seu instrumento. Seu repertório vai de pré-Bach a pós-Stockhausen, de concertos de música para flauta solo a projetos interdisciplinares.

Taavi Kerikmäe nasceu em Tartu (Estonia). Depois de se formar na Academia de Música e Teatro da Estonia em piano clássico, estudou música contemporânea no Conservatório Superior de Lyon. Atualmente trabalha como professor de música experimental e improvisação na Academia de Música estoniana. É curador do festival IMPROTEST e já se apresentou como pianista em vários festivais de música contemporânea: “Les Musiques” em Marselha, Pierre Boulez em St. Etienne e tem trabalhado em conjunto com compositores como Pierre Boulez, Gilbert Amy e Sylvano Bussotti, entre outros.

O Grupo Camará é o Conjunto de Câmara da UFBA, que se dedica à estreia e gravação de obras de compositores brasileiros de música de concerto contemporânea. O grupo conta com a colaboração de mais de uma dúzia de músicos em sua formação, todos ligados à Escola de Música da UFBA. Até o início de 2012, apenas alguns meses após a sua fundação, cerca de quinze compositores tiveram obras encomendadas pelo conjunto, que estreou em dezembro de 2011.

O foco do Camará é na música de concerto contemporânea feita por compositores brasileiros e especialmente baianos, pois ela representa um ponto de partida crítico, instigante e sedutor para o ingresso nesse rico universo musical. Afinal, tratam-se de obras atuais, ligadas aos nossos dias e sobretudo aos movimentos culturais que nos cercam, em diálogo íntimo com toda aquela já conhecida – mas nem sempre bem apresentada, apreciada ou consumida – tradição da “música clássica.”

“SOLO” é uma “pocket opera” concebida por cenas inéditas com a soprano/atriz Gabriela Geluda ao vivo e em video e numa releitura de segmentos das operas multimidias de Jocy de Oliveira. O espetáculo conta ainda com a participação do oboista Ricardo Rodrigues. Sem uma estrutura narrativa linear, o roteiro de “SOLO” permeia personagens míticas (La Loba, Medea, A Diva) recriando o imaginário feminino e construindo através de imagens e mitos um espetáculo plástico e sonoro onde o figurino se torna um objeto, o objeto se torna matéria sonora, o instrumento musical é as vezes desmistificado, e a espacialização do som envolve o ouvinte espectador.

Algumas peças têm como ponto de partida melodias renascentistas e medievais reconstruídas numa abordagem contemporânea em busca de um universo atemporal. Assim, peças submersas voltam à tona para construírem e desconstruírem novas peças. Em “Solo”, magia e realidade, o lúdico e o dramático, presente e futuro se mesclam em busca de uma metalinguagem que aguça os sentidos e toca a sensibilidade. Vídeos como cenários virtuais compõem as cenas trazendo num deles a presença marcante de Fernanda Montenegro que interpreta numa gravação única a personagem de uma “Diva”.

O ouvinte é induzido a deixar fluir estes momentos sonoros e visuais instigantes à imaginação de cada um. As linguagens musical e cênica provocam estranheza e pontuam o sentido atemporal e multicultural dos mitos que trazem à tona os valores do feminino. O oboé, instrumento raro no repertório solo contemporâneo executa “Raga”, uma peça baseada em diferentes ritmos indianos , “talas” e explorando uma noção ampliada do sentido de tempo.

The Penderecki String Quartet

Aproximando-se da terceira década de uma carreira extraordinária, The Penderecki String Quartet tornou-se um dos grupos de câmara mais célebres de sua geração. Os quatro músicos da Polônia, Canadá e EUA carregam em sua bagagem uma experiência única para criar performances que demonstram sua notável gama de excelência técnica. Sua programação recente incluiu concertos em Nova Iorque, Amsterdam, Paris, Praga, Roma e aparições em festivais internacionais na Polonia, Lituânia, Venezuela, Brasil e China.

O quarteto realiza uma ampla gama de repertório de Haydn a Zappa, tendo ainda apresentado pela primeira vez mais de 100 novas obras até hoje. Descrito pela Fanfare Magazine como “um conjunto de formidável poder e sensibilidade musical aguçada”, a discografia diversa do quarteto inclui a música de câmara de Brahms e Shostakovich e seu ciclo de Bartok lançado recentemente.

III VIRTUOSI SÉCULO XXI
Dias 24, 25, 26 e 27 de outubro de 2014
Entrada Franca
Informações: 3363 0138

Leia mais » Nenhum comentário

Virtuosi: Estrelas internacionais no Recife

Seção: Clipping
Virtuosi: Estrelas internacionais no Recife

Por Irineu Franco Perpetuo

OK, a internet efetivamente diminui as distâncias entre as pessoas, mas ainda não resolve todos os problemas. Porque, às vezes, as estruturas mentais do passado persistem como vício, e, no eixo Rio-São Paulo, nem sempre estamos tão atentos como deveríamos ao que acontece no resto do país.

Por exemplo: embora, em Pernambuco, desde 1998, o casal Ana Lúcia Altino/Rafael Garcia promova anualmente o Festival Virtuosi, muita gente no nosso meio musical nem ouviu falar no evento. Estive no Recife em 2007, para cobrir, e, em dezembro do ano passado (uma semana antes do Natal, de 17 a 21), como palestrante de um evento paralelo, o Festival Ibero-Americano (que destacava Marlos Nobre, entrevistado deste mês da revista Concerto), e tive uma surpresa das mais favoráveis com o nivel artístico do evento.

Os concertos acontecem no belíssimo Teatro de Santa Isabel – construído por 1850, refeito em 1869, após um incêndio, e, depois de sete anos de reformas, reinaugurado em 2002. Os músicos que visitam a cidade (como os integrantes do Ensemble São Paulo), além de tocar música de câmara, formam a orquestra do festival, que atua sob a regência de Rafael Garcia – um chileno que está radicado no Brasil há décadas, e foi “spalla” da Osesp nos tempos de Eleazar de Carvalho (sua mulher, Ana Lúcia, como pianista, também foi membro da Osesp pré-Neschling).

No ano passado, já como efeito da crise financeira global, eles tiveram um corte imprevisto de patrocínio (e, conseqüentemente, de verba) à última hora. Mesmo assim, montaram uma programação de dar inveja.

Eu fiquei absolutamente encantado com o contratenor francês Philippe Jaroussky, que já conhecia de disco, e, dois dias antes, havia se apresentado no Rio (mas, infelizmente, não veio a SP). Acompanhado de Jérôme Ducros, um pianista de grande personalidade, ele cantou, com muita técnica, musicalidade e senso de estilo (e sem aquele vibrato excessivo que se transformou em irritante vício de tantos cantores líricos) um refinado programa de canções francesas do início do século XX, que, em março deste ano, deve sair em CD pela Virgin.

Outro must foi o excepcional violinista russo Ilya Gringolts, que, das vezes que esteve aqui em São Paulo, deixou todo mundo boquiaberto. Acompanhado da pianista Marianna Shirinyan, Gringolts fez um programa incomum, incluindo uma sonata a ele dedicada por Sir Peter Maxwell Davies e peças de Szymanowski, Ravel e Schubert. Ele não tem aquele som “gordo” que habitualmente associamos à escola russa de violino, mas possui um domínio técnico inquestionável, e uma musicalidade impressionante.

Além disso, estiveram o violinista alemão Nicolas Koeckert, laureado no Concurso Tchaikovsky, em 2002; o trombonista sueco Christian Lindberg, que vem alargando o repertório e as possibilidades de seu instrumento; e o romeno Catalin Rotariu, que executa no contrabaixo as peças mais difíceis e virtuosísticas do repertório do violoncelo.

Isso sem falar nas estrelas “da casa”, como o violoncelista Antonio Meneses, lançando seu disco em duo com a pianista Celina Szrvinsk; o também violoncelista Leonardo Altino, filho de Rafael e Ana Lúcia, com um Haydn maduro e surpreendente; e Naná Vasconcelos, o maior percussionista popular que o Brasil já teve, recebendo uma justa homenagem e exibindo seu talento na noite de abertura do festival. Vale a pena ficar atento às próximas edições do festival.

Matéria publicada originalmente na Revista Concerto

Leia mais » 4 comentários

ERRATA: Palestras do festival Íbero-Americano do Brasil

Seção: Notícias

As palestras “A NORDESTINIDADE NA MÚSICA BRASILEIRA DE CONCERTO” com CLOVIS PEREIRA (Brasil), “MI MÚSICA: ESTRUCTURAS Y METÁFORAS” com ALFREDO ARACIL (Espanha) e “OLHAR PANORÂMICO SOBRE A MÚSICA IBERO-AMERICANA” com IRINEU PERPETUO (Brasil) do I Festival de Música Ibero-Americana serão realizadas no dia 19 de dezembro, a partir das 10h, e não do dia 17 de dezembro como constava na ficha de inscrição. A ficha de inscrição atualizada já pode ser baixada aqui. Para eventuais dúvidas, os interessados podem entrar em contato pelo telefone (81) 3363-0138.

PROGRAMAÇÃO:

PALESTRAS (Livraria Cultura):

QUARTA 17.12 10h

– “O IBEROAMERICANO NA MINHA OBRA” | MARLOS NOBRE (Brasil)

– “LA MODERNIDAD EN LOS ANDES” | EDGAR VALCARCEL (Peru)

– “EL DEVENIR DE MI ESCRITURA” | BORIS ALVARADO (Chile)

QUINTA 18.12 10h

– “CRIAÇÃO DE SISTEMAS COMPOSICIONAIS A PARTIR DE SINERGIAS COM OBJETOS DE REFERÊNCIA CULTURAL” | ELI-ERI DE MOURA (Brasil)

– “RETROSPECTIVA – ALGUNAS CONSIDERACIONES SOBRE LAS CORRIENTES COMPOSITIVAS QUE ME HAN INFLUENCIADO” | LEON BIRIOTTI (Uruguai)

– “DIREITO AUTORAL NO CONTINENTE IBERO-AMERICANO NA ATUALIDADE” | MARIA LUIZA CORKER-NOBRE (Brasil/RJ)

SEXTA 19.12 10h

– “A NORDESTINIDADE NA MÚSICA BRASILEIRA DE CONCERTO” | CLOVIS PEREIRA (Brasil)

– “MI MÚSICA: ESTRUCTURAS Y METÁFORAS” | ALFREDO ARACIL (Espanha)

– “OLHAR PANORÂMICO SOBRE A MÚSICA IBERO-AMERICANA” | IRINEU PERPETUO (Brasil)

Leia mais » 4 comentários