RADEGUNDIS FEITOSA NUNES

Radegundis durante o VI Virtuosi Brasil

Radegundis durante o VI Virtuosi Brasil

A noticia da trágica morte de Radegundis deixou o mundo musical triste, perplexo e chocado. Perdemos um dos poucos gênios humanos e musicais que tivemos o privilégio de compartilhar. Considerado como um dos maiores trombonistas do país, hoje estaria embarcando para participar do Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Primeiro Doutor em Trombone do país, era um grande batalhador e divulgador da música brasileira. Percorrendo o mundo com o Quinteto Brassil, do qual era líder e inspirador há mais de 20 anos, deixou inúmeras gravações inclusive com o selo Nimbus de Londres.

O Brasil perde um grande músico, um grande artista, uma grande pessoa. Sempre muito positivo, otimista e tratando de colocar no caminho certo as ovelhas perdidas, tinha uma honestidade e ética na sua profissão que certamente servirá como exemplo a ser seguido por todos nós.

Conhecemos Radego, como era chamado na intimidade, quando chegou de Itaporanga para fazer teste para ingresso no Departamento de Música da UFPB, antes dos anos 80. Foi um aluno brilhante do professor francês Jacques Ghestem e em curto periodo de tempo o substituiu, tanto na Orquestra Sinfônica da Paraíba como no Departamento de Música. Aí começava sua carreira como grande professor, passando a ser requisitado por todos cantos desse enorme país, de Manaus a Porto Alegre.

Dedicado ao extremo ao seu instrumento, era normal ver este artista com seu bocal em qualquer lugar da cidade como fila de banco, fila de cinema, dentro da piscina, entre outros.

Em um momento crítico da cultura musical no nordeste, Radegundis foi um dos líderes do movimento de criação da Orquestra Filarmônica Norte/Nordeste. Esse foi um grito de desespero de nossa comunidade musical ante a incapacidade ou falta de sensibilidade dos governantes com a classe artística. Trabalhamos juntos durante um ano sem ninguém receber um tostão com o intuito de mostrar a importância da música clássica. Obviamente isto marcou demais a raça desde nordestino que dava o seu sangue para ter a bandeira da música no topo com brilho, honestidade e trabalho.

Ficamos felizes quando ele ganhou a bolsa de estudos para a Juilliard School, onde foi um aluno excepcional e quando todos nós pensávamos que ficaria na terra do Tio Sam ou voltaria para São Paulo. Eis que ele volta, sob nossos protestos, para o Nordeste, onde o calor da terrinha e o florescer dos cajus pediam seu retorno.

Radego deixa seu legado através de seus alunos e de sua brilhantes master classes que, com seu carisma, eram leves e promissoras, ambiente que ele costumava criar ao seu redor.

Radegundis era participante assíduo do Virtuosi. Não se poderia pensar em um naipe de trombones sem sua presença no comando. Mas humilde como sempre foi, quando havia artistas convidados do exterior, cedia a primeira posição e estava ali pronto para colaborar da melhor forma possível.

Sua última participação no Virtuosi foi no dia 22 de maio deste ano, quando o Quinteto Brassil se apresentou no VI VIRTUOSI BRASIL, realizado no Centro Cultural Correios. Uma apresentação que conseguiu cativar a platéia de tal forma que levou o jornalista a publicar no seu twitter ““O clima de entrosamento e camaradagem do Quinteto estende-se tão bem à platéia que todos saem rindo da apresentação””.

Sua morte é uma perda irreparável e com estas curtas frases queremos ser solidários com sua família, tendo a certeza de que o exemplo por ele deixado não será em vão.

Nosso carinho, nosso amor estará sempre com você e gostaríamos de compartilhar com todos uma foto que resume quem foi você, Radego, nosso amigo.

(Por Ana Lúcia Altino e Rafael Garcia)



Tags:
Esse texto foi publicado sexta-feira, julho 2nd, 2010 às 5:00 AM na seção Artistas, Notícias. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

18 comentários to “RADEGUNDIS FEITOSA NUNES”

  1. paulo sérgio scarpa

    quem, a partir de agora, conseguirá tirar tanta graça, leveza e foça dos nossos trombones?

  2. claudia aires

    Como paraibana e profissional da área de produção musical, me sinto triste. Fiquei em choque como toda a comunidade musical.
    Este relato foi um dos mais bonitos em meio ás notícias do trágico acidente.
    Um beijo carinhoso a todos qu conviveram com esse talento!

  3. Azambuja

    Infelizmente aconteceu esta tragédia, muito linda e merecida esta bela homenagem .

  4. Antonio Silva

    O trombone calou! E a risada? Meu Deus e a Risada?? Também, mas Redegundis de onde vc estiver nos olhando aqui tristes com a sua partida inesperada, sorria para nós, será um consolo, acredite.
    toinho (Orquestra Sinfônica do Recife)

  5. Wellington Farias

    Perdemos grandes músicos. Grandes artistas!Deles, naturalmente, o que mais se destacava era Radegundis. Conheci Radegundis quando ele tinha lá os seus 13 anos de idade e já causava espantos tocando nos famosos carnavais do Clube Astrea, em João Pessoa. Sim, foi ai que ele começou a ficar conhecido: um garoto de 13 anos que roubou a cena e era motivo de comentário da cidade no dia seguinte ao baile, pela desenvoltura que tinha naquele instrumento enorme, o trombone. A imprensa o descobiu e os espaços para ele foram generosos. Generosos, não, merecidissimos. Num mondo de pessoas tão vaidosas e arrogantes, como é o da música erudita, Radegundis jamais arredou o pé de sua simplicidade de menino do interior. Tinha respeito e carinho por todas as pessoas. Talvez ai esteja a sua maior grandeza. Esteja, sim, porque ele não morreu totalmente: deixou um legado pra todos nós. Que Deus o tenha no melhor lugar para onde vão os que partem pra outra, assim como os outros três grandes artistas que estavam com ele.
    Welington Farias
    Jornalista e músico amador

  6. Anderson TRB BAIXO

    Deixo minha homenagem a estes grandes músicos e seres humanos, que o destino cuidadosamente tratou de juntar e de levar com igualdade.

    ” A morte é província de todos! e todos tem o direito de morrer, porque assim é a vontade de DEUS…
    Apenas é difícil aceitar a morte quando ela vem acompanhada de uma TRAGÉDIA e de mãos dadas com a brutalidade. Más as pessoas quando são especiais JESUS os levam em um assopro rápido e frio. Para que sua historia e caracter seja ecoado e lembrado na ETERNIDADE de nossos corações!!!”

    Ao meu PROFESSOR E AMIGO RADEGUNDIS FEITOSA:
    Aos meus amigos ADENILTON e ROBERTO ÂNGELO:
    Fica a SAUDADE e RESPEITO de todos os seus exemplos…
    DEUS seja louvado em nossas vidas, e que a vontade de JESUS seja feita conforme sua vontade, só quem entende DEUS é DEUS. Nós seres humanos ficamos apenas com sua benignidade ….

    LUTO…

  7. andre correia

    Quem sou eu, mediante a´tantos élogios comemtàrios, e homenagens . Mais quero ousar como assim era o vei macho do RADEGA .como todos aqui na paraiba tive a oportunidade de conhecer e ser abençoado pela batuta do saudoso mestre ELIAZAR DE CARVALHO.a quem eu comparo sim ao mestre RADEGUNDIS FEITOSA.digo mais musicos bons maravilhosos nacen todos os dias. Agora musica em foma humana nao. eu mesmo jà beirando os 50, tive a sorte DE VER RADEGA E ELIAZAR.

  8. Maria José Carrasqueira

    Prezada família Feitosa Nunes. Prezados amigos músicos. Queridos irmãos artistas. Estamos tristes. Muito tristes.
    Quando conheci Radegundis, o que mais me chamou atenção foi a sua alegria, o seu sorriso franco, a sua paixão pela música, e a facilidade como tudo isso transparecia em seu tocar. Para ele a paixão pela vida se confundia com a paixão de fazer música. Tocava como respirava, como ria, como falava – sempre com doçura, com atenção, com carinho, com leveza, com amor, com generosidade.
    Quando veio falar comigo, trazendo o DAT do 1o CD do Brassil, que foi denominado “BRASSIL TOCA BRASIL”, fiquei encantada com o quinteto – grande quinteto, referência nacional. A gravadora Paulinas-Comep concordou e a Régia Música produziu – fizemos o lançamento no Festival de Campos do Jordão, o mesmo que inúmeras vêzes o aclamou. A alegria de ter podido conviver com Radegundis, e perceber o bem que este brasileiro fez a este planeta, através de sua música, a todas as pessoas que conviveram com ele, me traz a certeza que sua missão não foi em vão. Ela continua nas esferas, em seus alunos, em seu público cativo, que terá sempre nele um farol, a iluminar esse nosso Brasil musical, que luta com tanta dificuldade, na lembrança do sorriso e no som do riso aberto e confiante, trazendo a certeza de que vale a pena e que é possível! Radegu, que sua música nos ilumine sempre! Que a paz esteja com você e seus queridos!

  9. Silvio Giannetti

    Fui aluno de Radegundis logo quando voltou dos EUA, e logo nos tornamos amigos, ser Humano excepcional e musico maravilhoso, sem palavras para expressar minha tristeza.
    O mundo ficou mais pobre com sua ausencia, obrigado Radego, pelos ensinamentos de vida e trombone.

  10. joao batista ex aluno

    fiquei muito triste com essa noticia pois tive a honra de estudar com o maior trombonista mas neste momente ele deve estar ao lado de grandes genios da musica como mozart bach beethoven todos escrevendo partituras para ele tocar o ceu estar mais alegre.

  11. Érika Teixeira Barbosa

    Há exatos 10 anos, Deus me proporcionou o imenso privilégio de conhecer o professor Radegundis Feitosa durante o II Festival Eleazar de Carvalho. Músico excepcional de uma alegria contagiante, professor muito querido por todos seus alunos. Homem de integridade inigualável e sempre sábio nas palavras e colocação das mesmas. Circunstâncias da vida me afastaram do mundo da música por um tempo, mas há 2 anos pude retornar, contando sempre com o seu apoio e incentivo. Outubro de 2009, o troxe para o II Festival de Música e Artes de Anápolis-Go e desde então, os músicos daqui que conviveram com ele por uma breve semana, se sentiram mais motivados e ansiosos pela sua volta já marcada para novembro de 2010. Neste Festival, nasceu a música “RADEGA” composta para ele por outro gênio musical, Ademir Jr.
    Obrigada, Ademir, por esta brilhante composição, que retrata tão bem a alegria contagiante e inesquecível de Radegundis Feitosa.
    Me lembro bem, Radegundis, da última vez em que estivemos juntos(06-05-2010), e você, ao nos despedirmos disse: “Até Breve”!

  12. Leo Dim

    Penso em voce amigo,e só me vem o seu sorriso,suas fartas gargalhadas,sua musica soa no meu pensamento tao fortemente quanto suas gargalhadas.. E uma pessoa como você,não da pra esquecer!!
    Faz tempo que não o via,mais sabia que o mundo estava de olho em você e que sua musica tinha rompido todas as fronteiras.. O mundo ficou pequeno amigo,sua musica ultrapassou os limites humanos e Deus requisitou sua presença.
    Virtuosi Genial,modelo de humano,graaande amigo,sábio professor,um gentleman..
    O amigo,irmão camarada que deixa de LUTO toda a familia musical.
    Vai com Deus amigo..
    Deus ilumine o teu espirito e tua caminhada a perfeição!!!!

    Seu amigo
    Leo Dim(Tecnico de audio)

  13. JOSE WELLYSON

    DEUS SABE MUITO BEM O MOTIVO DISSO TUDO MAIS QUERO DIZER KI ESSE SEU JEITO DE TOCAR E SABER TOCAR MIM MIM CHAMOU NAUM SÓ A MINHA ATENÇÃO MAIS COMO A DE UM MUNDO TODO RADEGUNDISPOUCOS SÃO AQUELES KI NASCEM COM ESSE SEU DOM DIFICILMENTE ALGUÉM NESSE MUNDO FARA O QUE VC FAZ COM SEU EX TROMBONE SIGA EM APAZ.

  14. Tenente Zaqueu Oliveira

    Nunca vi um ser humano tam humilde e alegre como Radego, dono de uma sabedoria e um talento incomparavel, apenas digo, adeus grande artista, brasileiro, multiplicador, cordial, um amigo sem igual! saudades! saudades!

    Acesse orkut e veja ultimas fotos tiradas em Macapá-AP com musicos da PMAP.
    Sr. Zaqueu stive
    zaqueu.ap@hotmail.com
    facebook
    zaqueu31@bol.com.br

  15. Rigoberto Kraker

    I simply want to tell you that I am just newbie to weblog and actually loved you’re blog. Very likely I’m want to bookmark your blog . You absolutely have fantastic well written articles. Cheers for sharing with us your website page.

  16. adopt a neopet

    The best general closing assertions inside handle words inquire the employer to contact an individual from its comfort.It?s standalone software program as well as isn’t going to require any kind of additional software program plus components prerequisite.* Car plus aeroplanes entrances

  17. Derick Minus

    I have learned some new things by means of your site. One other thing I’d prefer to say is newer laptop or computer os’s are likely to allow a lot more memory to use, but they also demand more memory simply to perform. If a person’s computer could not handle extra memory plus the newest software program requires that storage increase, it is usually the time to shop for a new Computer system. Thanks

  18. Francisco Thalyson Feitosa Rodrigues

    galera eu sou da familia de radegundis feitosa ele é meu primo e fiquei triste com a morte dele

Comente!

Seu comentário