MÚSICA TRADICIONAL CIGANA NO VIRTUOSI GRAVATÁ

O IV Virtuosi Gravatá vem trazendo nesta sexta-feira (20) o encontro entre o violinista argelino Gilles Apap e o grupo Transylvanian Mountain Boys, formado por músicos do Leste Europeu. Gilles Apap & Transylvanian Mountain Boys sobem ao palco do festival na Igreja Matriz de Sant’Ana para realizar um espetáculo imperdível com a apresentação de obras de Bella Bartok, De Falla, Ravel e música tradicional cigana.

Aclamado como o violinista do século 21 por Yehudi Menuhin, Gilles Apap é muito solicitado para tocar como solista com orquestras de todo mundo. Nascido na Argélia, Gilles Apap foi criado na França e estudou no Curtis Institute of Music nos Estados Unidos. Tornou-se amplamente conhecido por sua extraordinária habilidade de integrar estilos de música tão diversas como a americana oldtime, irlandês e cigana, com as normas do repertório clássico.

Em 1994, alguém deu a Gilles Apap uma pequena fita cassete intitulada “Música da Moldávia e Bessarábia”, com músicas tradicionais ciganas tocadas por músicos ciganos anônimos. Esta pequena gravação viria a ser o ponto de partida de uma cooperação especial musical e amizade logo conhecida como “The Transylvanian Mountain Boys” e levou a várias gravações e concertos numerosos na Europa e os EUA. O grupo conta com a participação de Brendon Statom, contrabaixista, muito procurado pelos vários estilos de música que domina; e Chris Judge, guitarrista graduado pela Universidade de Santa Bárbara.

SEXTA 20|07
19h GILLES APAP & TRANSYLVANNIAN MOUTAIN BOYS
Obras de Bartok, de Falla, Ravel, música cigana e música tradicional

GILLES APAP, violino
CHRIS JUDGE, violão
BRANDON STATOM, contrabaixo



Esse texto foi publicado quinta-feira, julho 19th, 2012 às 10:53 AM na seção Multimídia. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

Comente!

Seu comentário