II VIRTUOSI SEM FRONTEIRAS

Cristina Braga

Responsáveis por consagrados espetáculos em terras pernambucanas, a Virtuosi Sociedade Artística assumiu mais uma missão: defender a música de qualidade, independente do rótulo que ela carrega. Esta é a preocupação do Virtuosi sem Fronteiras, projeto aprovado pelo programa cultural BNDES/Banco do Nordeste e que será realizado de 14 a 17 de março no Teatro de Santa Isabel.

Os espetáculos do II Virtuosi Sem Fronteiras apresentam, principalmente, a versatilidade de instrumentistas altamente qualificados, capazes de transitar nos campos da música erudita e popular, provando que a qualidade da música vai além de sua categorização. A programação, que tem início sempre às 20h, começa no dia 14 de março e oferece ainda oficina de violoncelo com Dimos Goudaroulis, oficina de piano com André Mehmari e percussão com Eduardo Contrera.

Convidados – O pianista, arranjador, compositor e multiinstrumentista André Mehmari foi escalado para a abertura da programação na quinta (14/03). Considerado pela crítica “um artista singular de imaginação vibrante e generosa” e apontado como uma das revelações da música brasileira recente e premiado tanto na área erudita (Concurso Nacional de Composição Camargo Guarnieri) quanto popular (Prêmio Visa, Nascente-USP), André já teve suas composições e arranjos tocados pela OSESP, Banda Sinfônica do Estado, Quinteto Villa-Lobos e Sujeito a Guincho. 

Na sexta (15/03), o violoncelista Dimos Goudaroulis apresenta um concerto executando duas suítes para violoncelo de Johann Sebastian Bach, tocando num instrumento barroco francês do final do século XVIII. Na segunda parte do programa, o violoncelista apresenta “A Arte do Instante – música de câmara improvisada” ao lado do percussionista Eduardo Contrera. 

Violoncelista versátil e músico muito ativo, Dimos Goudaroulis se destaca por pertencer a uma nova geração de instrumentistas que transita brilhantemente por estilos musicais diferentes e se apresenta tanto com instrumentos modernos quanto com instrumentos de época. Nascido na Grécia, estudou violoncelo em Thessalônica e depois em Paris, com Philippe Muller e Reine Flachot. Vencedor do Prêmio Carlos Gomes de “melhor solista” em 2008, Dimos se apresenta regularmente em vários países da Europa, América Latina, Estados Unidos e Canadá.

A programação do II Virtuosi Sem Fronteiras prossegue no sábado (16/03) com a harpista Cristina Braga e os concertos “Sonho e Luas”, “Raiz e Sóis”. Cristina Braga tem sido grande responsável pela divulgação de seu instrumento no Brasil. Com um trabalho consistente, tem mostrado que a harpa, além de solar com orquestras também tem alma brasileira, tocando samba, choro, bossa, em seu instrumento, participando de inúmeros projetos de música clássica e popular sempre com a mesma desenvoltura. Foi uma das diretoras do Congresso Mundial de Harpas e idealizou e dirigiu as quatro primeiras edições do Festival Vale do Café, nas montanhas da região histórica do café, no Rio de Janeiro.

Encerrando a programação, no domingo (17/03), o evento apresenta um programa com o grande saxofonista Leo Gandelman. Na primeira parte do programa “Músicas que marcaram trajetória”, Leo Gandelman com o pianista Eduardo Farias apresentam obras de Radamés Gnattali, Pixinguinha, Jorge Mautner e do próprio Leo Gandelman. Na segunda parte, o saxofonista se apresenta como solista da Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência de Rafael Garcia.

Um dos mais celebrados instrumentistas do Brasil, Leo Gandelman é adorado pelo grande público, jovem e pop, assim como tem seu nome associado à excelência e ao virtuosismo da música de concerto. Saxofonista, arranjador e produtor, é hoje um dos mais influentes músicos no Brasil. Além da sólida formação clássica, estudou no Berklee College of Music. Leo vem se dedicando intensamente à carreira, tendo participado em mais de 800 gravações. Durante 15 anos consecutivos foi escolhido “o Melhor Instrumentista Brasileiro” pelo concurso “Diretas na Música” do Jornal do Brasil. 

II VIRTUOSI SEM FRONTEIRAS

ONDE: Teatro de Santa Isabel – Recife
QUANDO: dias 14, 15, 16 e 17 de março de 2013
ENTRADA FRANCA
Mais informações: www.virtuosi.com / 81 33630138



Tags: ,
Esse texto foi publicado segunda-feira, fevereiro 18th, 2013 às 12:55 PM na seção Notícias. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

2 comentários to “II VIRTUOSI SEM FRONTEIRAS”

  1. Márcia Melo

    Que grande oportunidade!!! Não iremos perder! Estaremos lá!!!

  2. Ana Paula

    Apreciar Cristina Braga foi algo mágico e de elevação da alma. Sua intimidade com a harpa é admirável, fantástico! Que felicidade ter vivenciado esse momento! Parabéns ao II Virtuosi, um evento que oferece ao público uma oportunidade ímpar para ser tocado com o belo presente na legítima arte musical. Parabéns, Cristina Braga, sua música é formidável!

Comente!

Seu comentário