GRUPOS DE CORDAS E FLAUTAS PARTICIPAM DA 12ª EDIÇÃO DO VIRTUOSI BRASIL

Quinte-Essentia
O Ministério da Cultura e BNDES apresentam o XII VIRTUOSI BRASIL. O festival que chega a sua décima segunda edição vem investindo na divulgação do trabalho de intérpretes e compositores da música nacional de concerto. Neste ano, o evento acontece entre os dias 13 e 15 de agosto na Ordem Terceira de São Francisco do Recife no bairro de São José.

Os destaques da programação da 12ª edição do VIRTUOSI BRASIL são o Quarteto de Cordas Eli-Eri, Quintal Brasileiro (quinteto de cordas) e o Quinta Essentia (quarteto de flautas doces). Todos os concertos são gratuitos e começam às 19h.

O XII VIRTUOSI BRASIL oferece ao público uma variedade de apresentações com a execução única de obras de compositores brasileiros tais como Eli-Eri Moura, Ney Vasconcelos, Liduino Pitombeira, Guinga, Jacob do Bandolim, Luiz Amato, André Mehmari e Edmundo Villani Cortes, além de peças de compositores estrangeiros como Johann Sebastian Bach, Béla Bartok, Haydn e Dvorak.

Atrações – A abertura do festival acontece no dia 13 de agosto, sob a responsabilidade do Quarteto Eli-Eri, grupo formado por jovens músicos que vem se destacando no cenário musical brasileiro. A sua formação se deu no ano passado, mas mesmo com pouco tempo de vida já desenvolve uma agenda de concertos bastante interessante.

O Quarteto Eli-Eri se apresentou no X Festival de Música de Santa Catarina – FEMUSC; na série Domingos de Câmara que acontece na Universidade Federal da Paraíba; e mais recentemente foi o quarteto residente da IV Semana Internacional da Música de Câmara do Rio de Janeiro tendo aulas com o Arianna String Quartet. Sua formação conta com os violinistas Rodrigo Eloy e Thiago Formiga, o violista Ramon Feitosa e o Violoncelista Leonardo Semensatto.

No dia 14, o destaque é o Quintal Brasileiro, quinteto de cordas criado em 2002 que tem como proposta uma maneira de tocar em que se diluem as fronteiras entre a música instrumental brasileira e a música erudita. O Quintal Brasileiro alia a espontaneidade e o prazer de tocar do músico popular ao rigor técnico e virtuosidade do músico erudito. A natureza do trabalho está implícita no nome “Quintal”, que remete à ideia de um espaço prazeroso para experiências musicais criativas.

Seus integrantes trabalham em orquestras e universidades em posição de destaque e decidiram se dedicar a este trabalho inédito, interpretando um repertório diferenciado e inovador, dentro desse espírito de pesquisa. É formado pelos violinistas Luiz Amato e Esdras Rodrigues, violista Emerson De Biaggio, cellista Adriana Holtz e contrabaixista Ney Vasconcelos.

A programação do Virtuosi Brasil segue no dia 15 com a participação do Quinta Essentia Quarteto. Completando 10 anos de história em 2016, o Quinta Essentia Quarteto é o principal representante da flauta doce no Brasil e um dos mais importantes grupos de música de câmara da atualidade. De uma maneira eclética e muito musical, o Quinta Essentia apresenta a versatilidade da flauta barroca, e da sua família de instrumentos, em diferentes cenários musicais.

Essa formação musical inusitada e independente revela para os mais diferentes públicos que a flauta doce é um instrumento musical encantador. Em sua carreira internacional, o grupo já realizou concertos em eventos importantes como a abertura do Prêmio Francesco Maria Ruspoli de música barroca na Itália, o Festival Internacional de Música Renascentista y Barroca Americana na Bolívia, e o Festival Les Festes Baroques en Terre des Graves et du Sauternais em Bordeaux na França.

Master Classes – O XII VIRTUOSI BRASIL oferece duas Master Classes nos dias 14 e 15 de agosto respectivamente com os grupos Quintal Brasileiro e Quinta Essentia Quarteto. As Master Classes acontecem na Ordem Terceira de São Francisco do Recife às 14h30. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (81) 3363-0138 e pelo site www.virtuosi.com.br. O XII VIRTUOSI BRASIL conta com o patrocínio do BNDES e do Governo Federal através da Lei Rouanet e apoio da CEPE.

PROGRAMA

13|08

19h QUARTETO ELI-ERI

ELI-ERI MOURA [1963]

Transubstancial

JOSEPH HAYDN [1732-1809]

Quarteto No. 1 Op. 33 em Si menor

ANTONIN DVORAK [1841-1904]

Quarteto No. 12 Op. 96 em Fa maior “Americano”

RODRIGO ELOY, violino
THIAGO FORMIGA, violin
RAMON FEITOSA, viola
LEONARDO SEMENSATTO, cello

14|08

19h QUINTAL BRASILEIRO

NEY VASCONCELOS

Baião para Cordas

LIDUÍNO PITOMBEIRA

Paisagens Brasileiras nº 6

Ponteio

GUINGA

Nítido e Obscuro (Arr: Paulo Sérgio Santos e Luiz Amato)

BÉLA BARTÓK

M153 (Arr: Luiz Amato)

JACOB DO BANDOLIM

Assanhado (Arr: Luiz Amato)

ERNESTO NAZARETH

Apanhei-te Cavaquinho (Arr: Luiz Amato)

GAROTO

Desvairada (Arr: Luiz Amato)

JACOB DO BANDOLIM

Noites Cariocas (Arr Newton Carneiro)

LUIZ AMATO

Amolafaca

ANDRÉ MEHMARI

Música Noturna e Aurora

EDMUNDO VILLANI CORTES

Choro Patético

HEITOR VILLA-LOBOS

Embolada (Arr: Luiz Amato)

LUIZ AMATO, violino
ESDRAS RODRIGUES, violino
EMERSON DE BIAGGI, viola
ADRIANA HOLTZ, cello
NEY VASCONCELOS, contrabaixo

15|08

19h QUINTA ESSENTIA QUARTETO

JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750)

A Arte da Fuga – BWV 1080

FELIPE ARAÚJO
GUSTAVO DE FRANCISCO
FERNANDA DE CASTRO
RENATA PEREIRA

DIREÇÃO ARTÍSTICA: RAFAEL GARCIA
COORDENAÇÃO GERAL: ANA LÚCIA ALTINO
PRODUÇÃO: CODA
ASSESSORIA DE IMPRENSA:
ANA GARCIA
CRIAÇÃO GRÁFICA: VANESSA NEUBER



Tags: , , ,
Esse texto foi publicado terça-feira, agosto 2nd, 2016 às 8:00 AM na seção Programação. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

Comente!

Seu comentário