AMANDA BOYD Site

A quinta edição do Festival Virtuosi tem tudo para ser histórica. Isso porque o violinista norte-americano Giora Schmidt, o pianista russo Ilya Ramlav e a soprano britânica Amanda Boyd escolheram Gravatá para estrear no Brasil. A cidade ainda recebe uma programação musical com instrumentistas brasileiros e de outras nacionalidades, desta sexta-feira até 21 de julho. Com direção musical do maestro Rafael Garcia, o evento acontece na Igreja Matriz de Sant’Ana, com entrada gratuita.

Entre os recitais, circulam nomes conhecidos do público do Virtuosi, como o filipino Victor Asuncion, o romeno Catalin Rotaru e o brasileiro Rafael Altino. Todos trazem novas apresentações para o evento. Neste ano, 30 bolsistas, instrumentistas de cordas de Pernambuco, Paraíba, e outros estados, vão receber aulas dos professores Betina Stegmann e Nelson Rios (violinistas), Rafael Altino e Marcelo Jaffé (violistas), Katarina Bundgaard e o norte-americano Robert Suetholz (violoncelistas), e Catalin Rotaru (contrabaixista). No grupo de beneficiados, há músicos da Orquestra Cidadã do Recife. Todos vão integrar a orquestra do festival.

Na abertura, nesta sexta-feira, haverá um concerto em homenagem às obras de Beethoven. A orquesta do festival terá como solista o pianista Victor Asuncion e a regência do maestro Rafael Garcia. No sábado (13), o homenageado será Benjamin Britten, com um encontro entre a pianista Ana Lucia Altino e o violista Rafael Altino, às 11h. Às 19h, acontece um recital com a participação especial da soprano Amanda Boyd. No domingo, às 11h, o Virtuosi prossegue com a apresentação do romeno Catalin Rotaru.