Contrabaixista da Sinfônica de Londres se apresentará em Gravatá (Diário de Pernambuco)

Rinat Ibragimov, principal contrabaixista da Orquestra Sinônica de Londres, nunca veio ao Brasil. Sua primeira apresentação no país não será em São Paulo, no Rio de Janeiro e nem no Recife. O músico, que nasceu na Rússia, fará sua estreia brasileira no agreste de Pernambuco, no município de Gravatá. Esse é o tipo de milagre proporcionado pelo festival Virtuosi.

A programação do 4º Virtuosi Gravatá tem grandes convidados estrangeiros, como Ibragimov, mas o ápice deverá ser a homenagem a Luiz Gonzaga, com a apresentação de A Coragem e a Cara, um concerto memorial inédito dedicado ao Rei do Baião escrito pelo compositor Eli-Eri Moura com texto de Tarcísio Pereira. O arranjo foi feito para acordeon, viola, octeto vocal, sons eletrônicos, orquestra de cordas e um ator, que intepretará a vida do homenageado. O festival ocorre na Igreja Matriz de Sant’Anna, de 13 a 22 de julho, com entrada grátis.

A pianista Ana Lúcia Altino e o maestro Rafael Garcia, que organizam o festival e também se apresentam na programação, sabem onde querem chegar. Eles tocaram nas primeiras edições do Festival de Inverno de Campos de Jordão (SP), que também tem uma cidade interiorana como cenário e é o maior evento brasileiro dedicado à música de concerto. O evento paulista, segundo eles, começou bem menor que o de Gravatá, cidade que tem a melhor oferta de hotéis para receber turistas no interior de Pernambuco.

Dos convidados brasileiros, o mais esperado é João Carlos Martins, que recentemente pôde voltar tocar piano graças a uma cirurgia. Ele já veio ao Virtuosi duas vezes, mas para se apresentar como maestro. Como pianista, é um dos maiores do país, consagrado internacionalmente. “Mesmo se puder usar apenas um dedo, ele tem uma forma especial de tocar”,  atesta Ana Lúcia Altino, diretora do festival e também pianista.

A programação deste ano traz ainda o violinista russo Nikita Borisoglebsky, o pianista lituano Kasparas Uinskas, o violinista francês Gilles Apap (famoso por suas performáticas e animadas fusões entre a música clássica e o folclore de diversos países), o violoncelista pernambucano Leonardo Altino (que apresenta peças do pernambucano Marlos Nobre ao lado de Ana Lúcia sua mãe), o pianista filipino Victor Assunción e a pianista chinesa Tian Lu. Em 2012, a programação tem um dia a mais que em 2011. A igreja costuma lotar e um telão sempre é montado do lado de fora.

Tem tudo para ser histórica a edição 2012 do Virtuosi de Gravatá, mas em 2013 o festival será ainda mais importante. No ano que vem, o evento poderá ocupar a nova concha acústica do município, com capacidade para 2,5 mil pessoas, que será inaugurada no segundo semestre, segundo Jaime Prado, secretário de planejamento da prefeitura. Um teatro, com 3 mil lugares (será o maior de Pernambuco) também está nos planos da cidade, no local onde funcionava um antigo matadouro. O projeto arquitetônico está pronto, mas ainda não há previsão para o início das obras.



Esse texto foi publicado sexta-feira, julho 13th, 2012 às 8:55 AM na seção Clipping. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

Um comentário to “Contrabaixista da Sinfônica de Londres se apresentará em Gravatá (Diário de Pernambuco)”

  1. Parabéns aos organizadores.

    Muito boa a iniciativa,tanto da homenagem ao Rei do Baião
    quanto de trazer o Rinat.

Comente!

Seu comentário