CLIPPING: Jornal do Commercio (24/05/2010)

Virtuosi entusiasma fãs da música erudita

Marina Andrade
José Teles

A segunda noite do VI Virtuosi Brasil, no Centro Cultural Correios, ficou marcada pelo peso dos metais do Quinteto Brassil e Percussão. Formado por Ayrton Benck e Gláucio Fonseca nos trompetes, Cisneiro Andrade na trompa, Radegundis Feitosa no trombone, Valmir Vieira na tuba e Glauco Andrezza na percussão, o grupo de músicos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB) veio mostrar uma apresentação diversificada, passeando não só por música erudita, mas também por compositores populares nordestinos, resultado de pesquisas de repertório da música brasileira para metais e percussões.

“Há 30 anos, não existia partitura para quintetos de metais. Hoje nós temos um repertório único, que traz muitas composições de autores pernambucanos, como o maestro Duda, Dimas Sedícias, Flávio Lima”, explica Ayrton. Com pouco mais de uma hora de duração, o concerto teve início com Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, com arranjos do maestro Duda.

Entre peças de Bach, Beethoven e Villa-Lobos, o Quinteto Brassil apresentou a peça Música para uma avenida, do compositor paulista Djalma Melin, que busca descrever tudo o que ocorre na Avenida Paulista, não só levando em conta o barulho diurno da metrópole, mas também a agitação cultural noturna. A certa altura da noite, a potência de metais foi tanta que assustou um bebê, fazendo-o cair no choro no colo da mãe. Mas o susto não foi por falta de avisos, já que, logo no início da apresentação, os instrumentistas informaram que não iam economizar no som.

De volta a Pernambuco, o grupo apresentou o Concertino para trompete, escrito pelo maestro Duda há cerca de 20 anos e considerada pelo grupo uma obra-prima. Parece que o público concordou, já que explodiu em aplausos logo após o primeiro movimento, sem esperar pelos dois seguintes. Summertime, composição de George Gershwin, também foi destaque na noite, que ainda contou com a peça Suíte, de Dimas Sedícias, e a seleção Gonzaguiando, também arranjada pelo maestro Duda, para quem o grupo rendeu elogios durante todo o concerto, que foi encerrado ao som de frevo.

Para a estudante de música Maria Eduarda Ramos, que saiu satisfeita do Centro Cultural dos Correios, a oportunidade de assistir a três dias de concertos gratuitos é maravilhosa. O Quinteto Brassil e Percussão se apresenta no próximo domingo, na Igreja da Sé, em Olinda, às 17h, dentro da programação do Circuito das Igrejas.

ESTREIA

Sexta-feira, em plena hora do happy hour, um salão lotado por pessoas que foram assistir a um concerto de música erudita. Trocar a cerveja e a música popular por Bach ou Bela Bartok? Isto aconteceu na estreia do VI Virtuosi Brasil. O evento foi aberto com a Orquestra Jovem de Pernambuco (Ojope), que vem aperfeiçoando cada vez mais sua performance, pelos ensaios e apresentações frequentes, o que não é muito comum para uma orquestra do gênero em Pernambuco.

O maestro chileno Rafael Garcia, produtor do evento, e regente da Ojope, é também, ele próprio um espetáculo à parte, com seu sotaque carregado e as constantes queixas ao pouco caso que se tem no Recife pela música erudita, e das dificuldades que se carregam para realizar eventos como o Virtuosi. O salão tem boa acústica, isto é constatado na primeira peça da noite, o Concerto em sol de Brandemburgo nº3 em sol maior, de Bach, uma das composições mais conhecidas do gênio alemão. Executada pela orquestra com competência, e aplaudida de pé.

O solista convidado da noite foi o violinista Alessandro Borgomanero, spalla da sinfônica de Brasília, com um extenso currículo no Brasil e no exterior. Borgomanero ratificou o seu talento, primeiramente no Concerto em ré menor para violino e orquestra, de Mendelssohn, composição que poucas vezes frequenta repertório de concertos, pela execução difícil, que exige exatidão e emoção do solista. Já nas Danças romenas, com arranjos de cordas de Arthur Wilner, que o húngaro Bela Bartok compôs inspirado em temas folclóricos, animou mais a plateia, não se deve esquecer que muita gente veio direto do trabalho para o concerto.

Na Dança cigana de Sarasate, Alessandro Borgomanero entusiasmou, executando a peça com maestria. Impressionante a rapidez que alcançou nos solos. Não fazia demonstração de malabarismo, mas cumpria à risca o que a composição exigia. Pena que, acostumados a espetáculos que nunca começam na hora, várias pessoas chegaram no final do concerto. O Virtuosi Brasil, em sua sexta edição, terminou ontem com a apresentação do grupo paulista (de Campinas) Carcoarco.



Tags:
Esse texto foi publicado segunda-feira, maio 24th, 2010 às 5:06 AM na seção Clipping, Notícias. Você pode acompanhar todos os comentários através do feed RSS 2.0. Você também pode comentar, ou criar um link para cá em seu site.

9 comentários to “CLIPPING: Jornal do Commercio (24/05/2010)”

  1. Yohannes

    Gostei! Passar o tempo a desenhar e9 o que eu mais gosto de fazer! Chegou a hora do Concerto! Pena estar longe…O Guitshu anda a patorr-se bem! Este1 no bom caminho! 😉

  2. Brent

    We get back in a little over a week!!! I’m so exeitcd to sleep in my own bed again. I got a summer cold, so the last days have positively FLOWN by, what with my sleeping so much

  3. qmapaygyi

    mQh2X5 qwjbkzebqqka

  4. jmgweclicag

    P0obcS , [url=http://ctxdolnatsdo.com/]ctxdolnatsdo[/url], [link=http://xhbqqvlphfwq.com/]xhbqqvlphfwq[/link], http://jeykcfqofotv.com/

  5. awexqrck

    bjySHr qtyiuqieeoan

  6. huggqu

    kMOej9 , [url=http://ouugozmevdpg.com/]ouugozmevdpg[/url], [link=http://drhhdenumgyx.com/]drhhdenumgyx[/link], http://toxfhczlzhaq.com/

  7. Logan Reising

    I just want to tell you that I’m all new to blogs and actually loved this web-site. Likely I’m planning to bookmark your site . You amazingly come with amazing stories. Kudos for revealing your blog.

  8. Get More Info

    I am constantly searching online for ideas that can help me. Thank you!

  9. mer om ämnet på

    mer om ämnet på…

    […]p I do consider all of the ideas you’ve introduced on your post. They are rea tr[…]…

Comente!

Seu comentário