Virtuosi chega ao Agreste em julho

Com edições em Belo Jardim, Gravatá e Garanhuns, o festival Virtuosi leva música erudita pelo Agreste pernambucano

Publicado em 06/06/2018, às 13h40

O Agreste do estado já vai se preparando para se encontrar imerso na atmosfera sonora da música erudita. As cidades de Belo Jardim, Gravatá e Garanhuns recebem o Festival Virtuosi, ocupando a maior parte do mês de julho, com uma programação voltada para formação de músicos e concertos gratuitos para o público, com programação e datas já divulgadas. É em Belo Jardim que tudo começa, a partir do dia 4 de julho, indo até o dia 8. Em seguida, vem Gravatá, com sua programação indo do dia 13 ao 22, finalizando com Garanhuns, de 24 a 27.

Belo Jardim recebe a quarta edição da Virtuosi no município, com uma programação voltada para os instrumentos de sopro. 78 alunos já estão inscritos para as masterclasses com os professores do Sexteto Brasil e o Quinta Essencia Quarteto, voltados para a execução da flauta doce. Além das aulas durante o dia, os professores se apresentam pela noite, a partir das 20h, na Igreja Matriz da Conceição. No último dia, os alunos apresentam um recital montado durante as aulas.

“Em Belo Jardim, que é uma cidade bem mais afastada do Recife do que as outras, o projeto começou timidamente e no ano passado já foi impressionante o tamanho do público que tínhamos na igreja e imagino que esse ano vá aumentar mais ainda”, afirma Ana Lúcia Altino, coordenadora do Virtuosi. Segundo ela, a apresentação inédita do Quinta Essencia, um dos mais prestigiados grupos camerísticos do Brasil, é uma das que prometem levar essa movimentação, unindo todos os tipos de flauta doce, fazendo um concerto bem brasileiro.

Já Gravatá recebe a Virtuosi pelo décimo ano consecutivo, indo mais fundo nos instrumentos de corda. Lá serão 38 alunos que formarão uma orquestra de cordas, ensaiando pelas manhãs e recebendo aulas pela tarde, também responsáveis pelo concerto de abertura e encerramento. Durante os dez dias de programação, a cidade contará com 12 apresentações pela noite e pela manhã nos fins de semana.

Entre as atrações que, assim como em Belo Jardim, também dão aulas, haverá os norte-americanos do Omer String Quartet, pela primeira vez no Brasil, que se apresenta no sábado (14). A abertura fica por conta da Orquestra Jovem de Pernambuco, na Igreja Matriz de Sant’Ana, sob a direção do maestro Rafael Garcia e com os solistas os violinistas Erica Tursi e Mason Yu, a violista Jinsun Hong, o violoncelista Alex Cox, o pianista Victor Asuncion e o trompetista Ayrton Benck. Já o domingo conta com o programa O Piano de Ravel, do pianista filipino Victor Asuncion, que se apresenta em vários outros dias. Ainda haverá o recital Povo Brasileiro: Cantos do Nordeste com participação do Contracantos & Contraventos emum concerto musical com elementos teatrais que apresenta a cultura brasileira através de um repertório com peças nordestinas.

“Um dos grandes destaques dessa edição é o contratenor João Paulo Ferreira, que é muito importante pois é excelente no que fez, vive em Portugal, mas é de Garanhuns. Nunca cantou aqui depois que saiu daqui, quando jovem. Descobrimos ele e ele vem se apresentar tanto em Gravatá, como em Garanhuns”, ressalta Altino. Outras atrações consideradas imperdíveis pela curadoria é o programa Canto de uma Nação, que une palestra e recital em torno de um trabalho de Heitor Villa-Lobos e a participação da solista soprano paraense Adriane Queiroz, contando com um currículo de apresentações de sucesso na música erudita alemã.

A Virtuosi chega ao fim com a conhecida Virtuosi na Serra, em sua décima quarta edição, integrada ao Festival de Inverno de Garanhuns. A programação mais enxuta quando comparada com Belo Jardim e Gravatá, mas se destaca por levar nomes das duas edições em quatro dias, sempre na Igreja de Santo Antônio. João Paulo Ferreira, por exemplo, volta para sua terra, se apresentando no dia 26, a partir das 21h. O dia 24 conta com o programa Uma Noite na Ópera, com a Orquestra Jovem de Pernambuco, mais uma vez regida por Rafael Garcia e Adriane Queiroz como soprano. “É um festival que vem gente de vários estados e de várias idades. O polo em Garanhuns é sempre lotado, seja pela tarde ou pela noite. Colocamos telões para dar conta”, conclui Ana Lúcia.

Confira programação
Virtuosi de Belo Jardim – 04 a 08 de Julho – Igreja Matriz de Belo Jardim

04/07 – 20h
SEXTETO BRASSIL

05/07 – 20h
FLAUTA, CLARINETE & SAXOFONE

06/07 – 20h
BANDA IFPE

07/07 – 20h
QUINTA ESSENCIA QUARTETO

08/07 – 11h
RECITAL DOS ALUNOS DO FESTIVAL

X Virtuosi de Gravatá – 13 a 22 de Julho – Igreja Matriz de Sant’Ana

13/07 – 19h
ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
RAFAEL GARCIA, regente
MASON YU & ERICA TURSI, violinos
JINSUN HONG, viola
ALEX COX, cello
VICTOR ASUNCION, piano
AYRTON BENCK, trompete

14.07 11h
QUINTA ESSENCIA QUARTETO

19h
OMER QUARTET

15/07 – 11h
VICTOR ASUNCION

16/07 – 19h
CONTRACANTOS & CONTRAVENTOS

17/07 – 19h
FÁBIO ZANON, violão

18/07 – 19h
RECITAL DE ALUNOS

19/7 – 19h
HINDEMITH & ELGAR
BRIAN FOUNTAIN, contrabaixo
MASON YU & ERICA TURSI, violinos
JINSUN HONG, viola
ALEX COX, cello
VICTOR ASUNCION, piano

20/7 – 19h
JOÃO PAULO FERREIRA, contratenor
VICTOR ASUNCION, piano

21/7 – 11h
CANTO DE UMA NAÇÃO – Cancões Típicas Brasileiras de Heitor Villa-
Lobos

GLEYCE MELO, soprano
MARCELO FERREIRA, baritone
VITOR PHILOMENO, piano

19h
UMA NOITE NA ÓPERA
ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
ADRIANE QUEIROZ, soprano
RAFAEL GARCIA, regente

22/7 – 11h
RECITAL DE ALUNOS

XIV Virtuosi na Serra – Garanhuns – 24 a 27 de Julho – Igreja de Santo Antônio

24/07 – 16h
QUINTETO SOPRO BRASIL

21h
UMA NOITE NA ÓPERA
ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
ADRIANE QUEIROZ, soprano
RAFAEL GARCIA, regente

25/07 – 16h
VICTOR ASUNCION, piano

21h
JOÃO PAULO FERREIRA, contratenor
VICTOR ASUNCION, piano

26.07 – 16h
SEXTETO BRASSIL

21h
FLAUTA DE BLOCO

27/07 – 16h
CANTO DE UMA NAÇÃO – Cancões Típicas Brasileiras de Heitor Villa-Lobos

GLEYCE MELO, soprano

Fonte:
http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cultura/musica/noticia/2018/06/06/virtuosi-chega-ao-agreste-em-julho-342219.php