Virtuosi XX

O Ministério da Cultura e a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – Chesf apresentam a 20ª edição do VIRTUOSI – Festival Internacional de Música de Pernambuco que ocorre de 13 a 17 de dezembro, com uma programação que se caracteriza pela excelência de seu repertório e de sua execução em peças clássicas e contemporâneas. Neste ano, o VIRTUOSI acontece em Recife, Olinda e João Pessoa.

Maestro Rafael Garcia

O VIRTUOSI – 20 ANOS DE PAIXÃO conta com patrocínio da Chesf, BNB, COPERGAS, STN, Excelsior Seguros, incentivo cultural da Prefeitura do Recife, com apoio do Consulado Americano, CEPE, MEPE, PORTOMÍDIA e CCSF.

Ainda como parte do projeto Orquestra Virtuosi – Tour Internacional, aprovado pelo Funcultura de 2016, a Orquestra Virtuosi de Pernambuco se apresentará no Compaz Governador Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, no dia 03 de dezembro como prévia da programação do festival.

Mais uma vez o VIRTUOSI promove talks com o tema “Aprendendo a ouvir música clássica” com o jornalista Irineu Perpétuo nos dias 14 e 15 de dezembro, das 10h às 13h no Portomídia, no Bairro do Recife. As inscrições estão abertas.

Concertos – A abertura do XX VIRTUOSI ocorre no dia 13 de dezembro às 19h no Convento de São Francisco de Olinda, com a participação de Rose de Souza (voz) e Raiff Dantas Barreto (cello). No programa, a execução de obras de Waldemar Henrique, Laiana Oliveira e Babí de Oliveira celebrando a modinha brasileira. No dia 14, às 19h, o duo Rose de Souza e Raiff Dantas Barreto se apresentam em João Pessoa, no Centro Cultural São Francisco. Os dois concertos em Olinda e João Pessoa fazem parte da Tour Nordeste que o VIRTUOSI realiza a cada ano.

A soprano Rose de Souza estudou em Portugal especializando se em lied, oratório e ópera. Participou do coro da Fundação Conservatório Regional de Vila Nova de Gaia, atuou na ópera “La Traviata” de Verdi e “Requiem” de Mozart, e apresentações como solista em cidades portuguesas. Raiff Dantas Barreto, violoncelista paraibano, estudou na UFPB e em Parma, Itália. Fez as estreias brasileiras dos concertos: Shostakovich nº2, Kabalevsky nº2 e a Sinfonia Concertante de Miklos Rosza. É cello principal do Theatro Municipal de São Paulo.

Nos dias 15, 16 e 17 o VIRTUOSI vai para o Teatro de Santa Isabel e realiza uma série de concertos que começam no dia 15 às 19h com o Quarteto para piano e cordas de Brahms, seguindo com a apresentação das Quatro Estações de Vivaldi e Piazzolla. Na ocasião, apresenta-se o solista austríaco Benjamin Schmid vencedor de vários concursos incluindo o Carl-Flesch em Londres. Gravou cerca de 40 CDs e recebeu os prêmios Deutsche Schallplattenpreis, Grammophone Editor’s Choice,entre outros. É professor da Universidade Mozarteum Salzburg e Professor Convidado em Bern. É citado no livro de Jean-Michel Molkhou “Les Grands Violistes du xx siècle”, Volume II, como um dos 35 maiores violinistas dos últimos 50 anos.

No dia 16, o VIRTUOSI – 20 ANOS DE PAIXÃO apresenta uma mini maratona que se inicia às 15h e segue até às 21h. A primeira parte da maratona estará a cargo da Orquestra Jovem de Pernambuco sob a regência do Maestro Rafael Garcia que apresentará um Tributo a Johann Sebastian Bach. Serão apresentados o Concerto de Brandemburgo nº3, o Concerto em mi maior para violino e orquestra tendo como solista o violinista Gilson Filho e a ainda a Suite nº 2 para flauta e orquestra cujo solista é o argentino Horacio Massone. Natural do Recife, Gilson iniciou seus estudos musicais aos seis anos e foi aluno do Conservatório Pernambucano de Música, período durante o qual foi premiado com o 1º lugar no concurso de cordas do CPM. Foi professor da Orquestra Criança Cidadã durante dois anos e integrante das orquestras sinfônicas da Bahia e da Paraíba. Com mestrado nos Estados Unidos, Gilson atualmente é membro da Orquestra Sinfônica da Bahia.

Natural da Argentina, Horacio Massone é atualmente reconhecido como uma estrela em ascensão da flauta. Recebeu seu diploma do Conservatório “Luis Gianneo”, Buenos Aires, e, posteriormente, integrou a Orquestra Acadêmica do Teatro Colón. Massone deu masterclasses para o Programa Nacional de Orquestras Juvenis em Buenos Aires, Scuola Civica di Milano e na Convenção NFA, EUA. Desde 2011, é presidente do Congresso Internacional de flauta em La Plata. Ganhou muitos prêmios e concursos nacionais, atuando como solista com as principais orquestras da Argentina.

A maratona segue pelo final da tarde com uma apresentação do programa XIII VIRTUOSI BRASIL que conta com a participação do duo Rose de Souza, soprano & Raiff Dantas Barreto, cello. Logo em seguida, o programa dá espaço para o VI VIRTUOSI SÉCULO XXI que adentra na música contemporânea com performances de Leonardo Altino apresentando a Sonata para cello solo de George Crumb, seguido de Rafael Altino, viola e Antonio Barreto, percussão que executarão a peça Naturale, de autoria de Luciano Berio.

Master em Performance Orchester pela Escola Superior de Zurique, Suíça, Antonio Barreto tem Formação Pedagógica, habilitação em Didática das Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, pela UPE. Trabalhou como percussionista na Casa de Ópera de Zurique, Orquestra Sinfônica de Zurique (SOZ), Tonhalleorchester, Orquestras do Estado de São Paulo, Paraíba e Natal. Foi membro do grupo de percussão CONTON – Suíça, durante o período de estudo. Tem sete CDs gravados com o Grupo SaGRAMA, quatro CDs gravados com a Orquestra Sinfônica do Recife. Atualmente é professor da UFPE, percussionista do Grupo SaGRAMA e Coordenador e Diretor Artístico do Grupo de Percussão do Nordeste – GPN.

Primeiro Prêmio no Concurso Internacional de Violoncelo de Viña Del Mar/Chile, Leonardo Altino estudou na Yale University, no NEC, na Universidade de Illinois e na Musikhochschulle de Detmold. Foi solista das principais orquestras brasileiras assim como de várias orquestras americanas, Sinfônica do Chile e Sinfônica de Bogotá, entre outras.Apresenta-se frequentemente nos Estados Unidos, Canadá, Brasil, Coréia, Taiwan, Alemanha, Chile e Colômbia. É Professor do Wheaton College. Gravou o CD Poema com a obra completa para cello do compositor Marlos Nobre e o CD En Voyage com sua esposa violinista Soh-Hyun Park.

Violista principal da Sinfônica de Odense, Dinamarca, Rafael Altino recebeu os diplomas de Bacharel pelo NEC, Boston e Mestre pela Juilliard School. Participa em festivais internacionais e concertos, em vários países tais como Brasil, França, Grécia, Japão, Noruega, Espanha, Suécia, Taiwan e Estados Unidos, entre outros. Ensina nas Academias de Música Carl Nielsen, Odense e Malmö, Suécia. Toca numa viola francesa do final de 1700 de autor desconhecido com um arco James Tubbs cedidos pelo Instrumentfonden da Sinfônica de Odense.Gravou o CD “Viola a Rafael” e o Concerto Steppenwolf de Christian Lindberg para o selo Bis.

Às 18h45, a Orquestra Virtuosi traz uma série de concertos, tendo início com o solista Rafael Altino que executará o Le Gran Tango de Piazzolla. Em seguida, o pianista Victor Asuncion e o trompetista Ayrton Benck apresentarão o Concerto nº1 para piano e trompete de Shostakovich. Doutor em Trompete pela UFBA, Ayrton Benck é trompetista do Quinteto Brassil e professor de trompete do Departamento de Música da UFPB. Já foi solista junto às Orquestras Sinfônica do Estado de São Paulo, Sinfônica do Recife e Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro. No exterior, excursionou para a Inglaterra e EUA, sendo artista convidado para ministrar master-classes e recitais no Jordan Hall do New England Conservatory – Boston, Mannes School of Music, Manhatan School of Music – Nova York., Rudy E. Scheidt School of Music – Memphis. Gravou 4CDs com o Quinteto Brassil, dois destes lançados na Europa, Ásia e América do Norte pelo selo inglês Nimbus Records.

Aclamado pelo The Washington Post por seu “toque equilibrado e imaginativo”, Victor Asuncion apareceu em salas de concerto no Brasil, Canadá, Equador, França, Itália, Alemanha, Japão, México, Filipinas, Espanha, Turquia e EUA. Um entusiasta da música de câmara, ele se apresentou com artistas como Lynn Harrell, Zuill Bailey, Andres Diaz, Antonio Meneses, Joshua Roman, Cho-Liang Lin e muitos outros. Foi pianista do Quarteto Garth Newel por três temporadas. Suas gravações incluem as Sonatas completas de L. van Beethoven com Tobias Werner, Sonatas de Shostakovich e Rachmaninoff com Joseph Johnson e a Sonata Rachmaninoff com Evan Drachman. Doutor em Artes Musicais pela Universidade de Maryland, é um artista de Steinway.

Às 19h30, sobe ao palco do Teatro de Santa Isabel a jovem soprano Maria Carla Pino Cury que vem com um programa que inclui obras de Händel, Vivaldi e Mozart. Serão 06 árias de pura virtuosidade. Um dos grandes destaques da edição do Virtuosi, a paraibana Maria Carla iniciou seus estudos de canto na UFPB, graduando-se em canto lírico na Hochschule für Musik Basel. Radicada na Suíça, a soprano desenvolve uma carreira internacional, tendo passado por palcos na Alemanha, Polônia, Espanha, Chile e Brasil. Neste ano, foi ganhadora do concurso para jovens solistas de Basel e do concurso de canto Migros Gesangswettbewerb 2017, além de finalista no concurso de canto do Centro de Perfeccionament Plácido Domingo.

A maratona do sábado se encerra com a apresentação do violoncelista Leonardo Altino e Orquestra Virtuosi, executando o Pezzo Capriccioso de Tchaikowsky e a versão para cello e cordas do Concerto de Schumann em lá menor.

O domingo (17) traz uma novidade. O Virtuosinho apresenta uma programação infantil em ma matinê que se realizará no Museu do Estado de Pernambuco a partir de 10h da manhã. Nesta programação há espaço para Contação de Histórias a cargo de Mila Puntel, Brincadeiras Musicais e Musicalização para Bebês com a professora Aline Ananias. Nesse mesmo dia, a partir das 17h, o VIRTUOSI – 20 ANOS DE PAIXÃO se despede com um Tributo a Chopin. Leonardo Altino e Victor Asuncion apresentarão a Polonaise Brilhante e a Sonata para cello e piano. No encerramento da programação, o pianista Victor Asuncion executa ainda dois Noturnos, a Sonata em si menor e os 24 Prelúdios de Chopin.

Serviço:
VIRTUOSI – 20 ANOS DE PAIXÃO
Concertos gratuitos
Informações: 3363 0138
www.virtuosi.com.br

Assessoria: Ana Garcia
aninha@coquetelmolotov.com.br
(81) 9 8827 8222


ARTISTAS CONVIDADOS

ANTONIO BARRETO, percussão
Natural de Recife, obteve o título de Master Performance Orchester em 1995 pela Escola Superior de Zurique, Suíça. Tem Formação Pedagógica, habilitação em Didática das Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, pela UPE. Trabalhou como percussionista na Casa de Ópera de Zurique, Orquestra Sinfônica de Zurique (SOZ), Tonhalleorchester, Orquestras do Estado de São Paulo, Paraíba e Natal. Foi membro do grupo de percussão CONTON – Suíça, durante o período de estudo. Tem sete CDs gravados com o Grupo SaGRAMA, quatro CDs gravados com a Orquestra Sinfônica do Recife. Atualmente é professor da UFPE, percussionista do Grupo SaGRAMA e Coordenador e Diretor Artístico do Grupo de Percussão do Nordeste – GPN.

AYRTON BENCK. Trompete
Doutor em Trompete pela UFBA, iniciou seus estudos na Escola de Música de Brasília. Obteve o 1º lugar no concurso para a série “Concertos para a Juventude”, promovido pela OSESP. É trompetista do Quinteto Brassil e professor de trompete do Departamento de Música da UFPb.Tem participado ativamente como professor e músico convidado em eventos musicais por todo o Brasil. Já foi solista junto às Orquestras Sinfônica do Estado de São Paulo, Sinfônica do Recife, Orquestra Sinfônica da UFBA, Orquestra Sinfônica da UNICAMP, Sinfônica do Teatro da Paz, Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro. No exterior excursionou para a Inglaterra e EUA, sendo artista convidado para ministrar master-classes e recitais no Jordan Hall do New England Conservatory – Boston, Mannes School of Music, Manhatan School of Music – Nova York., Rudy E. Scheidt School of Music – Memphis. Gravou 4CDs com o Quinteto Brassil, dois destes lançados na Europa, Ásia e América do Norte pelo selo inglês Nimbus Records.

BENJAMIN SCHMID, violino
Natural de Viena,venceu o Carl-Flesch e outros concursos em 1992 em Londres. Tem se apresentado como solista com as orquestras Vienna Philharmonic, London Philharmonia Orchestra, Petersburg Philharmonic Orchestra, Amsterdam Concertgebouw Orchestra e Tonhalle Orchestra Zürich sob a direção de Dohnányi, Gergiev, Ozawa and Metzmacher. Gravou cerca de 40 CDs e recebeu os prêmios Deutsche Schallplattenpreis, Grammophone Editor’s Choice,entre outros. É professor da Universidade Mozarteum Salzburg e Professor Convidado em Bern. Toca num violino Stradivarius “ex Guyot”. É citado no livro de Jean-Michel Molkhou “Les Grands Violistes du xx siècle”, Volume II, como um dos 35 maiores violinistas dos últimos 50 anos.

GILSON FILHO
Natural de Recife, Gilson iniciou seus estudos musicais aos 6 anos. Foi aluno do Conservatório, sob orientação do professor Ademar Rocha, entre 2000 e 2006, período durante o qual foi premiado com o 1º lugar no concurso de cordas do CPM. Foi professor do projeto Orquestra Criança Cidadã durante dois anos e integrante das orquestras sinfônicas da Bahia e da Paraíba, entre outros conjuntos.

HORACIO MASSONE, flauta
Natural da Argentina, Horacio Massone é atualmente reconhecido como uma estrela em ascensão da flauta. Recebeu seu diploma do Conservatório “Luis Gianneo”, Buenos Aires, e, posteriormente, integrou a Orquestra Acadêmica do Teatro Colón, estudando com Oscar Piluso e Claudio Barile. Massone deu masterclasses para o Programa Nacional de Orquestras Juvenis em Buenos Aires, Scuola Civica di Milano e na Convenção NFA, EUA. Desde 2011, é presidente do Congresso Internacional de flauta em La Plata. Ganhou muitos prêmios e concursos nacionais, atuando como solista com as principais orquestras da Argentina.

IRINEU FRANCO PERPÉTUO, jornalista
Jornalista especialista em música clássica, colaborador do jornal Folha de São Paulo, do site da revista Concerto e correspondente no Brasil da revista Ópera Actual de Barcelona, é co-autor dom Alexandre Pava do livro “Populares & Eruditos” e autor de “Cyro Pereira – Maestro”. Foi consultor e braço direito de Deborah Colker para o espetáculo “Tathyana”, balé que estreou no Festival de Teatro em Curitiba baseado no romance “Eugene Onegin” de Pushkin.

LEONARDO ALTINO, cello
Primeiro Prêmio no Concurso Internacional de Violoncelo de Viña Del Mar/Chile, estudou na Yale University, no NEC, na Universidade de Illinois e na Musikhochschulle de Detmold. Foi solista das principais orquestras brasileiras assim como de várias orquestras americanas, Sinfônica do Chile e Sinfônica de Bogotá, entre outras.Apresenta-se frequentemente nos Estados Unidos, Canadá, Brasil, Coréia, Taiwan, Alemanha, Chile e Colômbia. É Professor do Wheaton College. Gravou o CD Poema com a obra completa para cello do compositor Marlos Nobre e o CD En Voyage com sua esposa violinista Soh-Hyun Park Altino.

MARIA CARLA CURY, soprano coloratura
Natural de João Pessoa (PB), onde iniciou seus estudos de canto na UFPB, se graduou em canto lírico na Hochschule für Musik Basel, na Suíça. Desde 2012, está radicada na Suíça, onde desenvolve uma carreira internacional, tendo passado por palcos na Alemanha, Suíça, Polônia, Espanha, Chile e Brasil. Desde 2016 desenvolve um trabalho com o pianista e maestro Jan Schultz interpretando um repertório de canções alemãs, francesas, inglesas, espanholas e brasileiras. Neste ano, foi ganhadora do concurso para jovens solistas de Basel e do concurso de canto Migros Gesangswettbewerb 2017, além de finalista no concurso de canto do Centro de Perfeccionament Plácido Domingo.

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
Criada em 1986 foi reativada em 2005 durante a realização do projeto A Fábrica de Música pelo Maestro Rafael Garcia. Durante o ano de 2005 a OJOPE realizou mais de 40 concertos através do SESC-PE, do FUNCULTURA e do Sistema de Incentivo da Prefeitura Municipal de Recife. Participou do VIRTUOSI BRASIL realizado em 2005 no Teatro de Santa Isabel assim como do projeto VIRTUOSI NA SERRA realizado durante os Festivais de Inverno de Garanhuns. Realizou concertos através do programa Petrobras cultural levando a música clássica a 10 cidades da região metropolitana do Recife.

ORQUESTRA VIRTUOSI
A Orquestra se compõe sobretudo de músicos nacionais e internacionais. Através de projeto da Petrobras a Orquestra gravou o CD intitulado “A Música Clássica de Compositores Populares Pernambucanos” com grande repercussão. Luis Antonio Giros comentou na Revista Gramophone:”…O CD é incrível, tanto o repertório imaginativo como a excelente atuação da Orquestra Virtuosi,…que é regida pelo diretor e violinista Rafael Garcia… o programa contribui para que o ouvinte rompa com supostas fronteiras entre popular e erudito…” A Orquestra é versátil e sua formação depende da programação que se realiza. A Orquestra tem atuado com importantes solistas como Antonio Meneses, Natalia Khoma, Rafael Altino, Leonardo Altino, Víctor Asunción, Christian Lindberg, Roland Pöntinen, Benjamin Schmid, Mikkel Futrup, Deborah Nemtanu, entre outros.

RAFAEL ALTINO, viola
Violista principal da Sinfônica de Odense, Dinamarca, começou seus estudos musicais com seu pai Rafael Garcia aos 9 anos. Aos 17 anos mudou-se para os Estados Unidos onde recebeu os diplomas de Bacharel pelo NEC, Boston e Mestre pela Juilliard School. Participa em festivais internacionais e concertos, em vários países tais como Brasil, França, Grécia, Japão, Noruega, Espanha, Suécia, Taiwan e Estados Unidos, entre outros. Ensina nas Academias de Música Carl Nielsen, Odense e Malmö, Suécia. Toca numa viola francesa do final de 1700 de autor desconhecido com um arco James Tubbs cedidos pelo Instrumentfonden da Sinfônica de Odense.Gravou o CD “Viola a Rafael” e o Concerto Steppenwolf de Christian Lindberg pelo selo Bis.

RAIFF DANTAS, cello
Violoncelista paraibano, estudou na UFPb e em Parma, Itália. Gravou diversos Cds, destacando: “Sonatas de Brahms e Franck”, “As três primeiras suítes para violoncelo solo de J.S.Bach” e o Cd solo, “Miniaturas Brasileiras”. Atuou como solista à frente de orquestras como a Sinfônica Municipal de São Paulo, Teatro Nacional de Brasília, Cayuga Chamber Orchestra (NY-EUA), Sinfônica de Minas Gerais, Camerata de Curitiba, Camerata SESI, Sinfônica da Paraíba, entre outras. Sob a batuta de Eleazar de Carvalho, Leon Spierer, Ira Levin, Victor Hugo Toro, Lígia Amadio e outros. Fez as estréias brasileiras dos concertos: Shostakovich nº2, Kabalevsky nº2 e a Sinfonia Concertante de Miklos Rosza. É cello principal do Theatro Municipal de São Paulo.

ROSE DE SOUZA, soprano
Iniciou seus estudos no Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez em Montes Claros-MG, onde se formou em canto-lírico e flauta-doce. Graduou-se em Educação Artística com licenciatura em canto-lírico pela Universidade Estadual de Montes Claros-MG. Em Portugal, estudou com os professores António Salgado e Fernanda Corrêa, especializando se em lied, oratório e ópera. Participou do coro da Fundação Conservatório Regional de Vila Nova de Gaia, atuou na ópera “La Traviata” de Verdi e “Requiem” de Mozart, e apresentações como solista em cidades portuguesas. Como solista trabalhou com os maestros Magnani, Pacheco, Marcelletti, José Maria Florêncio, Daisuke Nagamine (Japão) e Maurice Peres (EUA). Em novembro de 2007 fez sua estreia no Theatro Municipal de São Paulo, frente à Orquestra Sinfônica Municipal em “Fausto” de Robert Schumann.

VICTOR ASUNCION, piano
Aclamado pelo The Washington Post por seu “toque equilibrado e imaginativo”, Victor apareceu em salas de concerto no Brasil, Canadá, Equador, França, Itália, Alemanha, Japão, México, Filipinas, Espanha, Turquia e EUA. Um entusiasta da música de câmara, ele se apresentou com artistas como Lynn Harrell, Zuill Bailey, Andres Diaz, Antonio Meneses, Joshua Roman, Cho-Liang Lin e muitos outros. Foi pianista do Quarteto Garth Newel por três temporadas. Suas gravações incluem as Sonatas completas de L. van Beethoven com Tobias Werner, Sonatas de Shostakovich e Rachmaninoff com Joseph Johnson e a Sonata Rachmaninoff com Evan Drachman. Doutor em Artes Musicais pela Universidade de Maryland, é um artista de Steinway.

PROGRAMA

RECIFE | COMPAZ GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS
03| DOMINGO
ORQUESTRA VIRTUOSI DE PERNAMBUCO – TOUR INTERNACIONAL

RECIFE | PORTO MÍDIA
VI VIRTUOSI DIÁLOGOS
14 e 15 | 12 – 10h às 13h
APRENDENDO A OUVIR MÚSICA CLÁSSICA
Talks com Irineu Franco Perpétuo
Inscrições abertas

RECIFE | TEATRO DE SANTA ISABEL
15| SEXTA

19h Johannes BRAHMS [1833-1897]
Quarteto para piano e cordas em sol menor, Op.25

BENJAMIN SCHMID, violino
RAFAEL ALTINO, viola
LEONARDO ALTINO, cello
VICTOR ASUNCION, piano

20h III VIRTUOSI SEM FRONTEIRAS

VIVALDI & PIAZZOLLA
AS 8 ESTAÇÕES

BENJAMIN SCHMID, violino
ORQUESTRA VIRTUOSI
RAFAEL GARCIA, regente

16|SÁBADO

15h TRIBUTO A J.S.BACH [1685-1750]
Concerto de Brandenburgo nº 3 em sol maior, BWV 1048

Concerto em mi maior para violino, BWV 1042
GILSON FILHO, violino

Suite nº 2 em si menor, BWV 1067
HORACIO MASSONE, flauta

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO
RAFAEL GARCIA, regente

17h XIII VIRTUOSI BRASIL

ROSE DE SOUZA, soprano
RAIFF DANTAS, cello

18h VI VIRTUOSI SÉCULO XXI

George CRUMB [1929]
Sonata para cello solo
LEONARDO ALTINO, cello

Luciano BERIO [1925-2003]
Naturale para viola, percussão e tape
RAFAEL ALTINO, viola
ANTONIO BARRETO, percussão

18h45 ORQUESTRA VIRTUOSI
Astor PIAZZOLLA
Le Gran Tango
RAFAEL ALTINO, viola

Dmitri SHOSTAKOVICH [1906-1975]
Concerto em dó menor para piano, trompete e orquestra
VICTOR ASUNCION, piano
AYRTON BENCK, trompete

19h30 MARIA CARLA PINO CURY , soprano

Georg Friedrich HÄNDEL [1685-1759]
Rejoice (Messiah)
Piangero lá sorte mia (Giulio Cesare)
Da Tempeste (Giulio Cesare)

Antonio VIVALDI [1678-1741]
In furore Giustissimae Irae (Ária)

Wolfgang Amadeus MOZART [1756-1791]
Vorrei spiegarvi, oh Dio (Ária)
O zittre nicht, mein lieber Sohn (A Flauta Mágica)

20h15
Peter TCHAIKOVSKY [1840-1893]
Pezzo Capriccioso

Robert SCHUMANN [1810-1856]
Concerto para cello em lá menor, Op. 129
Nicht zu schnell – Langsam – Sehr lebhaft

17| DOMINGO

17h TRIBUTO A CHOPIN [1810-1849]
Introduction et Polonaise Brillante, Op. 3

Sonata para cello e piano em sol menor, Op.65

24 Preludios Op. 28

Nocturne Op. 15 No. 2 em fá # maior 
Nocturne Op. 32 No. 1 em si maior

Sonata Op. 58 em si menor
LEONARDO ALTINO, cello
VICTOR ASUNCION, piano

PROGRAMAÇÃO INFANTIL
17|DOMINGO

RECIFE | MUSEU DO ESTADO DE PERNAMBUCO

10h VIRTUOSINHO
Contação de história
Brincadeiras Musicais

TOUR NORDESTE

OLINDA| CONVENTO DE SÃO FRANCISCO
13| QUARTA
ROSE DE SOUZA, soprano
RAIFF DANTAS, cello

JOÃO PESSOA| CENTRO CULTURAL DE SÃO FRANCISCO
14| QUINTA
ROSE DE SOUZA, soprano
RAIFF DANTAS, cello

Coordenação Geral ANA LÚCIA ALTINO
Direção Artística RAFAEL GARCIA
Produção CODA PRODUÇÕES ARTÍSTICAS
Realização VIRTUOSI SOCIEDADE ARTÍSTICA LTDA
Assessoria de imprensa ANA GARCIA
Criação gráfica QUIM MARIN STUDIO (Espanha)/BUFFALO

www.virtuosi.com.br